Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina Agência AL

Facebook Whatsapp Twitter Youtube Instagram

Pesquisar

+ Filtros de busca

 
Ao vivo

Serviço temporariamente em manutenção.
Acompanhe a programação da TVAL pelo Youtube.


Revista Digital

Cadastro

Mantenha-se informado. Faça aqui o seu cadastro.

Whatsapp

Cadastre-se para receber notícias da Assembleia Legislativa no seu celular.

Filtrar por deputado / bancada
Aumentar Fonte / Diminuir Fonte
18/12/2020 - 16h05min

Fernando Krelling garante emenda de R$ 3 milhões à agricultura

Imprimir Enviar
Deputado Fernando Krelling
FOTO: Solon Soares/Agência AL

Recurso será utilizado para ampliar trabalho de inspeção sanitária, pedido antigo dos produtores rurais catarinenses

O deputado Fernando Krelling (MDB) conseguiu nesta semana a aprovação de uma emenda que destina R$ 3 milhões do orçamento do governo do Estado à agricultura catarinense. O recurso deve ser utilizado em convênios e credenciamento com associações para a contratação de médicos veterinários, responsáveis por realizar inspeção sanitária nas propriedades de pequenos abatedores e frigoríficos catarinenses. A emenda foi aceita pelo presidente da Comissão de Finanças e Tributação da Alesc, deputado Marcos Vieira (PSDB), que deu parecer favorável ao pedido de Krelling.

Conforme a Associação de Agroindústrias Alimentícias de Santa Catarina, há mais de dez anos o estado parou de fazer inspeções sanitárias e transferiu para o setor a obrigação da contratação de um profissional para verificar os abates e processos de industrialização de carnes e laticínios para os produtores. “Ocorre que, segundo o Ministério da Agricultura, inspeção sanitária é uma questão de saúde pública. Por ser público precisaria de um agente público fazendo tal atividade e garantindo as condições técnicas sanitárias dos alimentos”, entende o presidente da Associação de Agroindústrias Alimentícias de Santa Catarina, Wolmir de Souza. “A inspeção de veterinários particulares não são suficientes para que os pequenos e médios produtores catarinenses consigam escoar estra produção animal para outros estados, que não aceitam a autenticação sanitária feita por particulares”, completa.

Com isso, parte da produção tem que ser enviada viva para ser abatida, processada e comercializada aos outros estados. “Isto é ruim porque o produtor perde valor agregado. O Estado perde impostos que poderiam ser gerados aqui, perde na geração de empregos e insumos. Temos condições de fazer tudo aqui, mas sem a inspeção sanitária estadual pública não conseguimos vender os produtos para fora de Santa Catarina”, esclarece Wolmir de Souza.

Atento a esta questão, o deputado Fernando Krelling atendeu ao pedido dos agricultores e produtores rurais. “Precisamos valorizar os pequenos e médios produtores catarinenses, dar condições para que eles consigam escoar suas produções, gerando emprego renda e valor agregado ao Estado. Por isso batalhei por esta emenda que destinará os recursos para associações e municípios contratarem veterinários para as inspeções e assim, com uma inspeção pública, assinada por associações de municípios ou agrícolas para que consigam comercializar seus produtos em todo Brasil, impulsionando a agroeconomia catarinense”, finalizou Fernando Krelling.

 

Texto: Assessoria deputado Fernando Krelling
 

Acompanhe Fernando Krelling


Fernando Krelling
Voltar