Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina Agência AL

Facebook Flickr Twitter Youtube Instagram

Pesquisar

+ Filtros de busca

 
Assistir
14:00 Sessões - Seminários - Eventos
Ao vivo

Revista Digital

Cadastro

Mantenha-se informado. Faça aqui o seu cadastro.

Whatsapp

Cadastre-se para receber notícias da Assembleia Legislativa no seu celular.

Filtrar por deputado / bancada
Aumentar Fonte / Diminuir Fonte
17/07/2019 - 16h21min

Eskudlark comemora vitória do governo na aprovação de PLs dos incentivos fiscais

Os projetos trazem transparência e igualdade entre os setores, além de economia ao governo do Estado
Imprimir Enviar
Deputado Mauricio Eskudlark, líder do governo, concede entrevista após a aprovação dos projetos. FOTO: Divulgação

Foram aprovados por unanimidade, nesta quarta-feira (17), na Assembleia Legislativa, os projetos de leis (PLs) de origem do governo do Estado que tratam da regulamentação de incentivos fiscais concedidos a determinados segmentos da economia catarinense (PLs nºs 81, 170 e 174, todos de 2019).

Líder do governo na Assembleia, o deputado Mauricio Eskudlark (PL) comemorou a aprovação e exaltou a unidade da Assembleia. “Tivemos reuniões com os secretários, debates nos gabinetes e nas comissões, e principalmente muito diálogo, e o resultado foi uma votação por unanimidade, o que mostra que não temos vaidades políticas na Assembleia e todos estão pensando no melhor para Santa Catarina”, disse.

De acordo com o deputado, antes existia um total desiquilíbrio, no qual empresas do mesmo setor eram tratadas de forma diferente. “Não podemos ter um laticínio recebendo incentivos e outro instalado ao lado, não. E isso vale para todos os setores da indústria. O que o projeto traz é igualdade, onde empresas do mesmo ramo tenham o mesmo apoio”, explicou Eskudlark.

Outro ponto importante destacado pelo parlamentar é de que anteriormente este processo era feito na forma de decreto, sem transparência e sem passar pela Alesc, numa decisão pessoal do governador e do secretário da Fazenda. Projeto aprovado nesta quarta muda este ponto.

“É um projeto de origem do Executivo que mostra seriedade e respeito do governador Carlos Moises e sua equipe com o dinheiro público e o cidadão catarinense. Agora estes incentivos serão destinados por setor e precisarão ter a aprovação da Alesc”, destaca.

Economia
A previsão orçamentária do Estado de Santa Catarina é de R$ 28 bilhões e a renúncia prevista é superior a R$ 6 bilhões, o que faz com que cerca de 25% de todo o orçamento do Estado seja renunciado. Com a aprovação destes projetos de lei, a previsão é de que em quatro anos essa renúncia caia para 16%, representando mais de R$ 2 bilhões em recursos que sobrarão para o Estado investir em saúde, educação, segurança, infraestrutura, agricultura.

Acompanhe Maurício Eskudlark


Maurício Eskudlark
Voltar