Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina Agência AL

Facebook Flickr Twitter Youtube Instagram

Pesquisar

+ Filtros de busca

 
Assistir
14:00
Ao vivo

Revista Digital

Cadastro

Mantenha-se informado. Faça aqui o seu cadastro.

Whatsapp

Cadastre-se para receber notícias da Assembleia Legislativa no seu celular.

Filtrar por deputado / bancada
Aumentar Fonte / Diminuir Fonte
19/02/2018 - 09h46min

Eskudlark cobra governo e pede melhorias na saúde, segurança e rodovias

Imprimir Enviar

Saúde, segurança e infraestrutura foram os principais temas abordados pela Assembleia Legislativa na semana de Carnaval.  O deputado estadual Mauricio Eskudlark (PR) lembrou que na infraestrutura as rodovias estaduais e federais estão sucateadas em todas as regiões. “Não tem uma ou outra, todas tem sérios problemas e o cidadão acaba sendo penalizado. Percorri a SC 135 entre Matos Costa e Porto União e a SC 161 entre Palma Sola e Campo Erê, gravei vídeos e fiz indicações pedindo ação emergêncial do Deinfra e Governo de Santa Catarina”, explica.

O deputado lembrou também das rodovias federais, principalmente as BR’s 163 e 282 no Extremo Oeste, e a BR 470 no Vale do Itajaí que estão com obras abandonadas, e em certos pontos intransitáveis. “Estas rodovias são os principais corredores econômicos de nosso Estado, mas mais do que isso, o descaso e abandono tem colocado em risco a vida de quem trafega por elas. O Trecho entre São Miguel e Dionísio Cerqueira está intransitável, é preciso que se tome medidas urgentes”, cobra Eskudalark.

Na saúde Eskudlark destacou que o deputado Vicente Caropreso, que em dezembro deixou a secretaria de Saúde, aprovou pedidos de informação sobre o setor, e isso é avaliado com preocupação. “Se o deputado que ficou praticamente um ano como secretário da pasta não conseguiu apurar todas as informações, da para se perceber o caos na saúde com a falta de recursos e os hospitais passando por grandes dificuldades”, destaca.

Outra preocupação levantada pelo parlamentar é área da segurança pública, onde o deputado lembrou que foi construído um prédio que custou quase R$ 100 milhões para abrigar a base administrativa da segurança pública no Estado, mas que tem faltado recurso para outros departamentos primordiais. “Estamos correndo sério risco de suspensão de contrato de locação de viaturas que são utilizadas nas investigações, redução da distribuição da cota de combustível, e outros problemas devido a falta de planejamento”, lamentou.

Eskudlark afirma que nesta sexta-feira (16), com a posse do Vice-Governador Eduardo Pinho Moreira, que assumirá como Governador de Santa Catarina, se espera que tenhamos soluções para estas situações.  “O Eduardo é um homem tranquilo e grande administrador, conversarei com ele e apresentarei algumas sugestões nestas três áreas para que consigamos amenizar o problema pelo qual passam nossa população e servidores”, conclui o deputado.

Acompanhe Maurício Eskudlark


Maurício Eskudlark
Voltar