Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina Agência AL

Facebook Flickr Twitter Youtube Instagram

Pesquisar

+ Filtros de busca

 
Ao vivo

Serviço temporariamente em manutenção.
Acompanhe a programação da TVAL pelo Youtube.


Revista Digital

Cadastro

Mantenha-se informado. Faça aqui o seu cadastro.

Whatsapp

Cadastre-se para receber notícias da Assembleia Legislativa no seu celular.

Aumentar Fonte / Diminuir Fonte
Publicado em 29/07/2021

A controvérsia sobre o local de nascimento

Imprimir Enviar
Rosa de Anita, símbolo do bicentenário, em placa no Museu Casa de Anita, em Laguna

Alguns estudiosos alegam que Anita Garibaldi teria nascido em Lages, que na cúria metropolitana daquela cidade estaria o registro do irmão mais velho e do irmão mais novo dela e que teria sido retirada do livro a folha do registro de Ana Maria de Jesus Ribeiro. Mas em 1998 entidades representativas da sociedade civil de Laguna promoveram uma ação judicial para obter o registro de nascimento tardio de Anita Garibaldi.

A ação tramitou na primeira vara da comarca de Laguna, sendo instruída com diversos documentos que comprovariam que Anita nasceu no município. Assim, em 5 de dezembro de 1998, proferiu-se: “Ante o exposto, julgo procedente o pedido inicial, a fim de determinar o registro de nascimento de Ana Maria de Jesus Ribeiro, nascida em 30 de agosto de 1821, na cidade de Laguna, filha de Bento Ribeiro da Silva, natural de São José dos Pinhais, Paraná, e de Maria Antônia de Jesus Antunes, natural de Lages, Santa Catarina, sendo seus avós paternos Manuel Collaço e Ângela Maria da Silva e avós maternos Salvador Antunes e Quitéria Maria de Sousa.

Anita nasceu na comunidade de Morrinhos, que hoje pertence a Tubarão e que fica a cerca de 6 quilômetros do centro do município, porém na época de seu nascimento a comunidade pertencia ao município de Laguna.

Voltar