Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina Agência AL

Facebook Flickr Twitter Youtube Instagram

Pesquisar

+ Filtros de busca

 
Assistir
00:30 Sessões - Seminários - Eventos
Ao vivo

Cadastro

Mantenha-se informado. Faça aqui o seu cadastro.

Whatsapp

Cadastre-se para receber notícias da Assembleia Legislativa no seu celular.

Aumentar Fonte / Diminuir Fonte
24/10/2014 - 14h34min

Ruas, praças, escolas, pontes: o nome de Jorge Lacerda eternizado

Imprimir Enviar
Lacerda observa a maquete da futura sede do Instituto Estadual de Educação; hoje, há uma estátua dele em frente ao prédio. FOTO: Arquivo da família

O nome do ex-governador Jorge Lacerda foi eternizado em escolas, ruas, avenidas, rodovias e outros logradouros em Santa Catarina e até em outros estados. Ele ainda dá nome a um município e um distrito catarinenses.

Lacerdópolis, situada no Meio-Oeste, recebeu esse nome em homenagem ao ex-governador. A localidade que daria origem ao município começou a se constituir na década de 50, período em que Lacerda despontou no cenário político. Em 1961, a localidade foi elevada à categoria de distrito e anexada ao município de Capinzal, recebendo no nome de Lacerdópolis. A emancipação ocorreu em 1963. Atualmente, a cidade tem aproximadamente 2,2 mil habitantes.

Lacerda também dá nome a um distrito do município de Dionísio Cerqueira, na divisa com o Paraná e fronteira com a Argentina, no Extremo Oeste.

Legado
Obras projetadas ou concluídas por Lacerda também receberam seu nome. Em Florianópolis, Jorge Lacerda pavimentou a rodovia que liga o bairro Saco dos Limões ao aeroporto Hercílio Luz. A obra foi inaugurada em janeiro de 1958. Um ano depois, recebeu o nome de Jorge Lacerda. Durante décadas, foi a única ligação pavimentada entre o centro de Florianópolis e o Sul da ilha. Posteriormente, com a construção da Via Expressa Sul, foi transformada em avenida e hoje é a principal via do bairro Costeira do Pirajubaé.

Outra obra viária projetada por Lacerda, a estrada Itajaí-Blumenau (SC-412), só foi concluída quase dois anos após sua morte e inaugurada em setembro de 1960. São 45 quilômetros que passam também por Ilhota e Gaspar. Foi a primeira rodovia asfaltada em Santa Catarina e também recebe o nome do ex-governador. A obra foi importante para ligar o polo industrial de Blumenau ao porto de Itajaí, que já despontava como um dos principais do país.

Lacerda também foi o responsável pelo surgimento do Complexo Termoelétrico de Capivari, no Sul do estado. Em março de 1957, ele assinou a lei que criava a Sociedade Termoelétrica de Capivari  S/A (Sotelca). A usina, que utiliza o carvão para gerar eletricidade, só entrou em operação de 1965 e também leva o nome de Jorge Lacerda.

Educação
O ex-governador também teve papel importante no início da construção do campus universitário da UFSC em Florianópolis e da atual sede do Instituto Estadual de Educação, onde há uma estátua em homenagem ao político. O colégio é considerado o maior da América Latina.

Ainda na capital, o ex-governador dá nome ao Centro de Educação Profissional (Cedup) situado no centro. Em Joinville, a escola de ensino básico do bairro Guanabara também leva o nome de Jorge Lacerda. O mesmo ocorre em colégios públicos e privados de Palmitos, Flor do Sertão, Videira, Benedito Novo, Campo Belo do Sul e São Lourenço do Oeste.

No Rio Grande do Sul, Jorge Lacerda batiza uma escola estadual de educação básica localizada no centro de Torres. No local, na década de 50, houve uma conferência entre o governador catarinense e o então governador gaúcho, Ildo Meneghetti, para tratar da cooperação entre os dois estados.

Pelo Brasil
As pontes sobre o Rio Chapecó, entre Águas de Chapecó e São Carlos, e sobre o Rio do Peixe, no limite entre Joaçaba e Herval d’Oeste, têm o nome de Jorge Lacerda. Segundo os Correios, em Santa Catarina, há registros de ruas e avenidas com o nome Jorge Lacerda em Araranguá, Blumenau (praça), Brusque, Chapecó, Criciúma, Dionísio Cerqueira, Jaraguá do Sul, Joinville, Lages, Leoberto Leal, Navegantes, Rio dos Cedros, Rio do Sul, São Bento do Sul, São José e Tubarão. O acesso sul a Criciúma pela BR-101 também leva o nome do político. Uma das praças principais de Pomerode se chama Jorge Lacerda.

Até em outros estados o ex-governador batiza logradouros. Há ruas ou avenidas Jorge Lacerda em Cascavel, Curitiba, Paranaguá (cidade natal do homenageado) e Pato Branco, todas no Paraná, além de Rio de Janeiro (RJ), Sapucaia do Sul (RS) e São Paulo (SP).

Especial Jorge Lacerda
Para marcar o centenário de Jorge Lacerda, a Agência AL, em parceria a Rádio AL, publica, no decorrer desta semana, matérias sobre as homenagens ao ex-governador. A série vai trazer informações sobre o livro e o documentário que serão lançados na próxima semana, além de resgatar a comoção causada pelo acidente aéreo que tirou a vida do ex-governador e retratar como o nome Jorge Lacerda ficou eternizado em logradouros e prédios públicos espalhados pelo país. (colaboraram Cleia Braganholo, Lúcio Baggio e Roberto Westrupp)

Marcelo Espinoza
Agência AL

Voltar