Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina Agência AL

Facebook Flickr Twitter Youtube Instagram

Pesquisar

+ Filtros de busca

 
Assistir
08:15 Transmissão Ao Vivo
Ao vivo

Cadastro

Mantenha-se informado. Faça aqui o seu cadastro.

Whatsapp

Cadastre-se para receber notícias da Assembleia Legislativa no seu celular.

Aumentar Fonte / Diminuir Fonte
04/12/2019 - 15h43min

Grupo de Apoio aos Renais Crônicos de Tubarão é homenageado

Imprimir Enviar
Deputado Ismael dos Santos e dirigentes do Graarc, de Tubarão
FOTO: Fábio Queiroz/Agência AL

A Assembleia Legislativa homenageou, na tarde desta quarta-feira (4), o trabalho voluntário realizado pelo Grupo de Apoio aos Renais Crônicos (Graarc) de Tubarão. A entidade, que foi fundada em março de 2013, com objetivo de prestar assistência social de forma gratuita aos pacientes com insuficiência renal em fase crônica e seus familiares na região da Associação de Municípios da Região de Laguna (Amurel), contabiliza mais de 200 atendimentos e atualmente atende 50 pacientes.

A homenagem foi uma proposição do deputado Ismael dos Santos (PSD), que destacou a importância da Assembleia Legislativa reconhecer aqueles que no anonimato fazem um trabalho voluntário como este realizado pelo Graarc. “Um trabalho de seis anos, meritório, voluntário, gratuito que traz um pouco de qualidade de vida aos cidadãos da região de Tubarão, por isso nós estamos aqui fazendo essa homenagem, entregando essa moção de aplausos aprovada pelos 40 deputados a esse trabalho valoroso do terceiro setor.”

O trabalho do Graarc, que conta com 12 voluntários, é efetivado por meio de recursos arrecadados junto à comunidade através de telemarketing, com doações em gênero e/ou financeiros, parcerias, campanhas e promoções. A psicóloga Sirlene Machado explica que o atendimento é realizado por meio de uma triagem organizada pelo serviço social, onde após a leitura do laudo médico e a comprovação da necessidade pessoal e familiar, por meio de prontuários, é feito um levantamento básico para dar início ao atendimento a esses pacientes.

A assessora jurídica e tesoureira do Graarc, Patrícia Ribeiro Machado, detalhou que a partir do momento que o paciente chega à instituição são fornecidos cestas básicas, medicamentos, suprimentos alimentares, além de exames que não são fornecidos pela rede pública de saúde. “Eles precisam manter todos os exames em dia para poderem estar dentro do quadro de transplantes, com validade dos exames para seis meses”. Também é fornecido o apoio psicológico, com grupos terapêuticos e individuais, e a parte jurídica como assessoria para adquirirem o seguro desemprego, auxílio doença, entre outros.

Ney Bueno
Agência AL

Voltar