Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina Agência AL

Facebook Flickr Twitter Youtube Instagram

Pesquisar

+ Filtros de busca

 
Assistir
00:15 Sessão Ordinária
Ao vivo

Cadastro

Mantenha-se informado. Faça aqui o seu cadastro.

Whatsapp

Cadastre-se para receber notícias da Assembleia Legislativa no seu celular.

Aumentar Fonte / Diminuir Fonte
13/06/2018 - 17h10min

Agrônomo defende o incentivo à produção orgânica em SC

Imprimir Enviar
Nelson Jacomel, na tribuna, e o vereador Marquito, de Florianópolis
FOTO: Fábio Queiroz/Agência AL

Nesta quinta-feira (14) a Comissão de Produção Orgânica de Santa Catarina (CPOrg/SC) realiza na Assembleia Legislativa o seminário da Semana  Nacional do Alimento Orgânico de 2018. Para divulgar o evento, o engenheiro agrônomo e representante da entidade, Nelson Jacomel, ocupou a tribuna na tarde desta quarta-feira (13) e falou sobre a importância da produção orgânica para a sociedade.

O seminário, que é gratuito e será realizado a partir das 8h no Plenarinho da Alesc, vai reunir parlamentares, entidades e profissionais da agroecologia. “É um evento que acontece todo ano e nesta edição o slogan é “orgânicos livres”. Orgânicos livres por diferentes razões, por exemplo, livres de contaminação”, afirmou o engenheiro.

Durante sua fala, Nelson questionou a isenção de impostos sobre os agrotóxicos e defendeu a igualdade entre as partes: “A questão dos transgênicos e a presença deles no estado é grave para o planeta e a pergunta é: em que isso contribui pra sociedade, senão o revés. A produção orgânica paga impostos, mas os agrotóxicos são isentos de impostos, então se temos uma constituição e perante elas somos todos iguais, qual a razão pra que isso aconteça, o fato de que os agrotóxicos não pagam impostos e nós somos sobrecarregados com essa taxa?”.

O engenheiro ainda falou sobre a questão  de saúde e econômica que envolve a produção orgânica. “Um alimento seguro, como é um alimento orgânico, permite a nós olharmos para o futuro com famílias tendo gastos menores, as rendas dentro da própria agricultura sendo maiores e o governo economizando com a saúde das pessoas e despesas que geram em hospitais”.

O seminário é aberto ao público e terá início às 8h com uma mesa redonda de discussões sobre a política estadual de agroecologia. “Agora, qual o ponto chave, qual é o caminho que vamos buscar traçar para que essas ideias avancem na sociedade? Para que a gente veja efetivamente um passo concreto nessa Casa no sentido de ter esse caminho traçado com segurança, onde vamos buscar esse trabalho? Pra mim só ocorre uma palavra, que é o amor”, afirmou Nelson.

O engenheiro Jacomel estava acompanhado do vereador Marquito (PSOL), da Capital, e a sua intervenção na tribuna teve como propositor o deputado Cesar Valduga (PCdoB).

 

Com a colaboração de Carolina Lopes/Agência AL

Voltar