Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina Agência AL

Facebook Flickr Twitter Youtube Instagram

Pesquisar

+ Filtros de busca

 
Assistir
19:00
Ouvir
19:15 Programação Musical

Revista Digital

Cadastro

Mantenha-se informado. Faça aqui o seu cadastro.

Filtrar por deputado / bancada
Aumentar Fonte / Diminuir Fonte
17/11/2015 - 16h28min

PL de Rodrigo Minotto obriga hospitais públicos a realizarem exames preventivos gratuitos a cada ano

Imprimir Enviar
Deputado Rodrigo Minotto
FOTO: Fábio Queiroz/Agência AL

O deputado Rodrigo Minotto (PDT) apresentou na Assembleia Legislativa o projeto de lei 504/2015, que dispõe acerca da obrigatoriedade de os hospitais públicos estaduais realizarem exames preventivos periódicos e gratuitos. O objetivo é que homens e mulheres possam realizar esses diagnósticos a cada ano.
Os homens teriam direito a fazer exames cardíacos, de próstata e de sangue, e as mulheres os exames ginecológicos, de mama, e de sangue, além dos que o médico responsável entender necessários. “Cada hospital deverá organizar os agendamentos, bem como a realização dos exames. Caberá a Secretaria de Saúde do Estado promover a divulgação acerca do dever de os cidadãos realizarem os exames preventivos”, explica Minotto.
Os resultados dos exames deverão ser entregues aos pacientes em prazo não superior a 30 dias úteis. Os pacientes que fizerem os exames preventivos periódicos e apresentarem indícios de doenças deverão ser encaminhados aos médicos especializados para que, no prazo não superior a 60 dias corridos, para que seja dado início ao tratamento, contados a partir do dia em que for firmado o diagnóstico em laudo patológico ou em prazo menor, conforme a necessidade terapêutica do caso registrada em prontuário único.
Para o parlamentar, a imposição dos exames preventivos para homens e mulheres se revela uma política pública importante e eficaz. “As pessoas apenas procuram os centros médicos quando a enfermidade já se encontra em estágio avançado, necessitando de tratamento mais invasivo com intervenções cirúrgicas, o que por consequência é mais oneroso ao Estado e prejudicial ao enfermo. Precisamos atuar na prevenção com diagnósticos realizados com antecedência suficiente para aumentar as chances de cura e tratamento exitoso”, completa o deputado Rodrigo Minotto.



Assessoria de Imprensa Deputado Rodrigo Minotto (PDT)
João Manoel Neto – 03146/JPSC
(48) 8406-6695

Acompanhe Rodrigo Minotto


Rodrigo Minotto
Voltar