Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina Agência AL

Facebook Flickr Twitter Youtube Instagram

Pesquisar

+ Filtros de busca

 
Assistir
14:00
Ao vivo

Revista Digital

Cadastro

Mantenha-se informado. Faça aqui o seu cadastro.

Whatsapp

Cadastre-se para receber notícias da Assembleia Legislativa no seu celular.

Filtrar por deputado / bancada
Aumentar Fonte / Diminuir Fonte
13/03/2018 - 18h04min

Deputado Venzon critica Secretaria de Saúde

Imprimir Enviar
Deputado Serafim Venzon
FOTO: Karina Ferreira/Agência AL

Estado deixou de usar R$ 6 milhões. Com esse dinheiro, 10 mil cirurgias eletivas poderiam ter sido feitas.

O deputado Serafim Venzon (PSDB) criticou a Secretaria de Estado da Saúde e a ineficiência do SUS (Sistema Único de Saúde). Em seu pronunciamento, o parlamentar questionou o fato da Secretaria ter recebido R$ 8 milhões no ano passado e ter usado apenas R$ 2 milhões, enquanto milhares de pessoas aguardam há anos na fila por atendimento e cirurgias.

A dívida da Secretaria de Estado da Saúde com fornecedores, municípios, associações e federações de hospitais em Santa Catarina é bilionária. “O que se entende é que o Estado não paga porque faltam recursos. O que não dá de entender é porque a Secretaria não utilizou todo o repasse do governo federal”, indaga Venzon.

Segundo o parlamentar, em 2017 o Ministério da Saúde repassou R$ 8 milhões para a Saúde do Estado, mas a Secretaria utilizou apenas ¼ do recurso. Com isso, o governo federal fica impedido de enviar mais recursos. “Com o investimento total daria para ter feito mais de 10 mil cirurgias. São milhares de pessoas aguardando... Por que será que não fizeram?”, questiona.

Para Venzon, que também é médico, ter deixado de usar esse dinheiro é um desrespeito. “É um crime com o paciente que espera, com os mais de 180 hospitais que o Estado não pagou, com a economia de SC...”, desabafa.

Ineficiência da lista SUS
Além de ter criticado a Secretaria de Saúde por não ter usado R$ 6 milhões em cirurgias eletivas, Serafim Venzon também criticou a lista SUS na internet. Segundo ele, o sistema é falho.

O portal foi desenvolvido para que o cidadão catarinense tenha acesso às informações sobre a sua posição e previsão de atendimento nas listas de espera por serviços de saúde no SUS. Pelo sistema, 472 mil pessoas aguardam na fila por algum procedimento em SC. “Para mim este número está equivocado. Pesquisei no portal para ver a situação de Brusque e os números não refletem a atual situação”, lamenta.

O parlamentar também procurou na lista pacientes que estão esperando por cirurgia há meses. “Essas pessoas não apareceram no sistema. Desse jeito elas vão esperar uma vida e não serão atendidas”, critica.

Ministério Público
Em sua fala, Serafim Venzon foi apoiado pelo deputado Antônio Aguiar (MDB), que também é médico, e ficou perplexo com a situação. O caso será levado ao conhecimento do Ministério Público e Defensoria Pública.

 

Assessoria de Imprensa
Ana Maria Leal da Veiga
Deputado Serafim Venzon
(48) 9633-4105
(48) 3221.2717

Acompanhe Serafim Venzon


Serafim Venzon
Voltar