Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina Agência AL

Facebook Flickr Twitter Youtube Instagram

Pesquisar

+ Filtros de busca

 
Assistir
10:35
Ao vivo

Revista Digital

Cadastro

Mantenha-se informado. Faça aqui o seu cadastro.

Whatsapp

Cadastre-se para receber notícias da Assembleia Legislativa no seu celular.

Filtrar por deputado / bancada
Aumentar Fonte / Diminuir Fonte
20/12/2018 - 13h35min

Azambuja vai receber UTI Neonatal e hemodinâmica

Imprimir Enviar
Deputado Serafim Venzon

Recursos, de R$ 2,7 milhões, foram destinados através do deputado Serafim Venzon

O deputado Serafim Venzon (PSDB) vai destinar, através de emenda impositiva parlamentar, R$ 2,8 milhões para a cidade de Brusque. O Hospital Azambuja vai receber R$ 2,7 milhões para implantar os serviços de UTI Neonatal e hemodinâmica. Os outros R$ 100 mil serão destinados à Associação dos Servidores Municipais. O orçamento para as emendas foi aprovado na noite desta quarta-feira, na Assembleia Legislativa.

Brusque não possui UTI Neonatal e serviço de hemodinâmica. A verba destinada por Venzon deve ser usada para a compra de equipamentos e criação desses dois setores. O parlamentar, que além de deputado é médico, explica a importância desses serviços para a população. “Na UTI Neonatal é feito o atendimento a bebês prematuros ou que apresentam algum tipo de problema ao nascer. Já a hemodinâmica ajuda no diagnóstico e tratamento de doenças vasculares como do coração e do cérebro, por exemplo”, esclarece Venzon.

Hoje o Hospital Azambuja realiza em torno de 180 partos por mês. Todos os meses, cerca de cinco pacientes são transferidos para outras cidades por falta de UTI Neonatal. O gestor do Hospital Azambuja, Evandro Roza, comemora a chegada do recurso e diz que essa é uma conquista não só para Brusque, mas para Santa Catarina. “Há um déficit de quase 50 leitos em UTI’s Neonatal no Estado. Assim que o setor estiver aberto, o Hospital Azambuja entra para a central de regulação e, quando houver vagas, recebe pacientes de outras cidades de Santa Catarina”, conta Evandro.

Além do déficit de UTI Neonatal, Evandro explica que também há carência na oferta de serviços de hemodinâmica. “Hoje nosso índice de cardíacos é muito alto. No pronto atendimento recebemos, em média, 11 mil pacientes por mês. A hemodinâmica com certeza vai ajudar muito na resolução do problema dessas pessoas que nos procuram e que esperam tanto tempo em filas de espera”, diz Evandro.

Mais recurso para Brusque
Além da verba destinada ao Hospital Azambuja, Venzon também vai repassar o valor de R$ 100 mil à Associação dos Servidores Municipais de Brusque, para reforma da estrutura da entidade.

A associação foi fundada em 1975 e hoje tem 315 sócios. A atual sede foi construída em 2013 e desde então não teve outra grande reforma. Para o presidente da associação, Antonio Mariani, o recurso chegará em um bom momento. “A associação precisa de várias melhorias no salão, no campo de futebol e no parque das crianças. Vamos poder melhorar muita coisa. Estou muito contente.”


Texto: Bárbara Porto Marcelino

Voltar