Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina Agência AL

Facebook Flickr Twitter Youtube Instagram

Pesquisar

+ Filtros de busca

 
Ao vivo

Acompanhe a programação pelo Youtube.


Cadastro

Mantenha-se informado. Faça aqui o seu cadastro.

Whatsapp

Cadastre-se para receber notícias da Assembleia Legislativa no seu celular.

Aumentar Fonte / Diminuir Fonte
07/12/2012 - 16h46min

Talento de estudante da UFSC faz a diferença em prêmio de jornalismo da CNN

Imprimir Enviar

O jovem Thales Trench de Camargo, segundo seus professores no curso de Jornalismo da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), já reúne as características de um bom profissional da comunicação, como a dedicação e a preocupação com os temas que impactam na sociedade. Além dos elogios, o estudante de 20 anos do terceiro semestre do curso já pode anotar em seu currículo a  primeira colocação no 8º Concurso CNN de Jornalismo Universitário com a reportagem em vídeo “A menina que faz a diferença”, que apresenta as repercussões do caso de Isadora Faber, estudante de 13 de anos de Florianópolis que criou a página Diário de Classe no Facebook para denunciar problemas de sua escola.
“Eu queria achar uma história que era única em Florianópolis. Como o caso já tinha repercussão nacional, procuramos fazer o diferencial na angulação da matéria e mostrar o preço que se paga por fazer a
diferença”, explica Thales ao falar da reportagem que produziu com colaboração das colegas de curso Simone Feldmann, cinegrafista, e Renata Bassani, editora, sob a orientação dos professores Antonio
Brasil e Cárlida Emerim.
O estudante e o professor orientador, Antonio Brasil, receberam a premiação no dia 27 de novembro, em São Paulo. Além de certificado, troféu e iPad 2, professor e aluno terão a oportunidade de conhecer os estúdios da rede de televisão americana CNN, numa visita de três dias em fevereiro de 2013, considerada o diferencial da premiação. No roteiro estão programadas reuniões e acompanhamento das principais rotinas dos jornalistas da CNN. “Esse prêmio não é um acidente. É o resultado da estratégia do curso de Jornalismo da UFSC de formar bons profissionais para a TV”, destacou Brasil.

Disputa em todo país
A reportagem vencedora concorreu com cerca de 300 vídeos de estudantes de jornalismo de todo país. Thales foi um dos três finalistas do concurso, na disputa com estudante da Universidade Cásper Líbero, de São Paulo, e outro da Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Para o professor Brasil, o concurso da CNN pode ser considerado a premiação em televisão mais importante para estudantes de jornalismo no país. Uma conquista celebrada por Thales, que já tem seus planos bem definidos: “Eu só decidi fazer jornalismo por causa da TV. Desde cedo meu interesse é em TV. Meu sonho é ser correspondente internacional.
Esse prêmio vai abrir várias portas. Um estímulo para mim e para os outros alunos da universidade: buscar sempre a melhor pauta com a melhor qualidade”. Ele participa de um processo seletivo na RBS por conta do concurso. (Rony Ramos)

Voltar