Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina Agência AL

Facebook Flickr Twitter Youtube Instagram

Pesquisar

+ Filtros de busca

 
Ao vivo

Serviço temporariamente em manutenção.
Acompanhe a programação da TVAL pelo Youtube.


Cadastro

Mantenha-se informado. Faça aqui o seu cadastro.

Whatsapp

Cadastre-se para receber notícias da Assembleia Legislativa no seu celular.

Aumentar Fonte / Diminuir Fonte
27/11/2012 - 18h10min

Jorge Bornhausen recebe título de Cidadão Catarinense nesta quarta-feira

Imprimir Enviar
Jorge Bornhausen, durante sua atuação no Congresso Nacional. FOTO: Fábio Pozzobom/ABr

A Assembleia Legislativa entrega nesta quarta-feira (28) o título de Cidadão Catarinense ao ex-senador e ex-governador Jorge Bornhausen. A sessão solene está marcada para as 19 horas, no Plenário Deputado Osni Régis.
A homenagem foi aprovada em 2003, por meio de um projeto de lei do então deputado estadual Jorginho Melo. A sessão desta quarta foi proposta pelo deputado Gelson Merisio (PSD), presidente da Assembleia. O deputado José Nei Ascari (PSD) fará uso da palavra em nome dos 40 parlamentares.

O homenageado
Jorge Konder Bornhausen nasceu em 1º de outubro de 1937, no Rio de Janeiro. Filho do também ex-governador Irineu Bornhausen e de Maria Konder Bornhausen, cursou Direito na PUC-RJ, onde se formou em 1960.
Sua experiência na vida pública começou em 1967, quando se tornou vice-governador de Santa Catarina. Ocupou cargos no Besc e na Companhia de Desenvolvimento de Santa Catarina na década de 70. Em 1979, assumiu o governo estadual, cargo em que permaneceu até 1982, quando foi eleito senador pela primeira vez.
Em Brasília, foi ministro da Educação entre 1986 e 1987, membro do Conselho da República em 1990 e ministro-chefe da Secretaria de Governo da Presidência da República de 1992 a 1994.
Entre 1996 e 1998, permaneceu em Lisboa como embaixador do Brasil em Portugal. Em 2002, reelegeu-se novamente para o Senado, onde permaneceu até 2010, quando encerrou a vida pública.
Bornhausen também foi fundador do DEM (antigo PFL), partido que presidiu nacionalmente durante quase duas décadas. (Marcelo Espinoza)

Voltar