Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina Agência AL

Facebook Flickr Twitter Youtube Instagram

Pesquisar

+ Filtros de busca

 
Ao vivo

Acompanhe a programação pelo Youtube.


Revista Digital

Cadastro

Mantenha-se informado. Faça aqui o seu cadastro.

Whatsapp

Cadastre-se para receber notícias da Assembleia Legislativa no seu celular.

Filtrar por deputado / bancada
Aumentar Fonte / Diminuir Fonte
15/12/2021 - 11h22min

Proibição das corridas de cães em SC volta ao plenário da Alesc

Imprimir Enviar
Após a rejeição do PL em agosto, deputado Marcius Machado conseguiu assinaturas para a retomada da discussão do tema. Foto: Agência AL.

Nesta quarta-feira (15/12), volta para o plenário da Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc) o Projeto de Lei que proíbe as corridas de cães no Estado. O projeto é de autoria do deputado Marcius Machado (PL) e havia sido rejeitado em agosto deste ano em plenário. Porém, em setembro, Marcius conseguiu a maioria absoluta de assinaturas dos deputados para que o tema voltasse à tramitação.

A rejeição do projeto causou muita revolta entre os protetores de animais e, em conversa com os representantes, Marcius garantiu que não desistiria de lutar contra essa prática que causa muito sofrimento aos cães.

“É uma vitória para a proteção animal que esse projeto volte ao plenário. E eu acredito que será aprovado. Precisamos acabar com essa prática horrível, assim como já aconteceu em outros estados brasileiros. Santa Catarina não pode aceitar as corridas de cães”, destacou o deputado, que é coordenador da Frente Parlamentar de Proteção Animal na Alesc.

O Projeto de Lei pretende proibir a realização de competições de corrida de quaisquer raças de cães em Santa Catarina, principalmente dos cães galgos, que costumam ser treinados para tais competições, com o uso de anabolizantes e são vítimas de maus tratos para melhorar seu desempenho.

A Lei não proíbe a realização de corridas de cães, em casos de treinamento pelas polícias Civil e Militar, Corpo de Bombeiros, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, para atuarem nas ações de busca e salvamento, resgates e investigações de combate ao tráfico de drogas, ao contrabando de armas e à utilização de artefatos explosivos.

Assessoria Marcius Machado
 

Acompanhe Marcius Machado


Marcius Machado
Voltar