Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina Agência AL

Facebook Flickr Twitter Youtube Instagram

Pesquisar

+ Filtros de busca

 
Ao vivo

Acompanhe a programação pelo Youtube.


Revista Digital

Cadastro

Mantenha-se informado. Faça aqui o seu cadastro.

Whatsapp

Cadastre-se para receber notícias da Assembleia Legislativa no seu celular.

Filtrar por deputado / bancada
Aumentar Fonte / Diminuir Fonte
17/11/2021 - 16h22min

Naatz propõe isenção do ICMS do óleo diesel para setor pesqueiro

Imprimir Enviar
Deputado Ivan Naatz
FOTO: Solon Soares/Agência AL

O deputado Ivan Naatz, líder da bancada do PL na Alesc, apresentou projeto de lei que prevê a isenção do Imposto sobre Operações Relativas à Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços de Transporte Interestadual e Intermunicipal de Comunicação (ICMS) na saída de óleo diesel destinado ao consumo de embarcações pesqueiras, industriais e artesanais registradas em Santa Catarina junto à Capitania dos Portos e ao Ibama.

Naatz justifica que a possibilidade legal e administrativa da isenção do tributo sobre o combustível para o segmento está previsto no Convênio ICMS No 58/96, celebrado entre os estados da federação e do qual Santa Catarina é signatário, além da previsão constitucional estadual. O parlamentar acrescenta que, com base em subsídios que buscou junto à Secretaria Nacional da Pesca, em Brasília, o projeto de lei também tem o objetivo de regulamentar e dar segurança jurídica ao setor pesqueiro, já que o programa atual existente entre a União e os estados para subvenção do óleo diesel pode ser alterado ou até deixar de existir dependendo das trocas e metas de governo. Regulamentação neste sentido já foi aprovada nos estados do Paraná e do Ceará.

Ainda segundo Ivan Naatz, o projeto inclui na isenção do ICMS do óleo diesel a classe dos pescadores artesanais, além da pesca industrial que caracteriza Santa Catarina com destaque nacional em polo pesqueiro. “O objetivo final é garantir que a subvenção e a isenção sejam permanentes e promovam a equalização do preço do óleo diesel internacional, possibilitando o aumento da competitividade do pescado catarinense e consequentemente o aumento da rentabilidade da classe pesqueira.” Se aprovado, a previsão é que o governo estadual regulamentará por decreto as normas necessárias à operacionalização do benefício fiscal de que trata o projeto de lei.

Comunicação Gabinete 

Acompanhe Ivan Naatz


Ivan Naatz
Voltar