Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina Agência AL

Facebook Flickr Twitter Youtube Instagram

Pesquisar

+ Filtros de busca

 
Ao vivo

Serviço temporariamente em manutenção.
Acompanhe a programação da TVAL pelo Youtube.


Revista Digital

Cadastro

Mantenha-se informado. Faça aqui o seu cadastro.

Whatsapp

Cadastre-se para receber notícias da Assembleia Legislativa no seu celular.

Filtrar por deputado / bancada
Aumentar Fonte / Diminuir Fonte
29/04/2015 - 13h57min

Deputado Natalino oferece equipe técnica para debater a carreira do magistério

Imprimir Enviar
Técnicos apresentaram estudos sobre proposta do Executivo ao magistério na Comissão de Educação

O deputado Natalino Lázare (PR) levou até a Comissão da Educação da Assembleia Legislativa de Santa Catarina, na manhã desta terça-feira (28), uma equipe de técnicos em educação para traduzir aos deputados o que diz a nova proposta do governo do Estado diante do plano de carreira do magistério catarinense.

A intenção foi elucidar e sugerir melhorias em pontos que ainda estão sem compreensão pela maioria dos parlamentares, além de suscitar a possibilidade de que o Executivo volte a negociar com a classe para que o atual movimento grevista possa ser contornado. "Estruturamos uma equipe de estudos que detalhou e ofereceu novos subsídios ao plano. Diante deste diagnóstico, pedimos ao presidente da comissão que nos oferecesse um espaço para apresentar este material, que foi muito bem aceito", diz Natalino.

Conforme o deputado, a intenção agora é que esta mesma equipe de professores seja ouvida também pelo governo do Estado, afim de promoverem um debate sobre importantes aspectos que não estariam sendo levados em conta nesta nova proposta. "Estes professores que analisaram o plano e apresentaram aos professores têm uma vida dedicada ao magistério. São servidores aposentados da Secretaria de Educação que conhecem profundamente o tema e que podem dar grande contribuição para o avanço das negociações entre os professores e  Estado."

Natalino reafirma que apoia as reivindicações dos professores e que está ao lado da classe a que pertence, postura que sempre manteve durante sua atuação em sala de aula, como prefeito e em tantos outros cargos que ocupou na vida pública.

Como deputado, afirma que tem atuado na Comissão de Educação na busca de soluções das demandas do magistério, uma discussão que precisa ser cada dia mais debatida no Parlamento. Informa ainda que como líder do PR na Alesc, teve papel fundamental na retirada da MP 198 - que trata da carreira do magistério - por entender que, naquele momento, a proposta não atendida às necessidades dos profissionais da educação.

"Fui o único deputado na Alesc a assumir uma postura de resolução do problema que o governo do Estado tem com os professores. Penso que em respeito à classe que orgulhosamente pertenço, precisava dar uma passo a frente para a resolução deste cenário divergente entre o Executivo e os nossos valorosos professores', finaliza.

De acordo com a professora Márcia Margarida Bratti, que apresentou o estudo, o novo plano não descompacta a tabela salarial e propõe ganhos reais de salário muito pequenos. Além disso, propõe a incorporação da regência de classe e cria mais níveis salariais (letras), o que forçaria o professor a trabalhar mais de 40 anos para chegar ao final da carreira. “O plano enquadra todos os professores na coluna de 21 anos de serviço, quando muitos têm mais do que isso, além de que os aposentados não foram contemplados, o que vai forçar uma enxurrada de ações judiciais”, prevê.


Felipe Schuler
Chefe de Gabinete | Comunicação
Gab. Natalino Lázare - PR
Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc)
48.3221-2638 - 48.9661-0017 - 49.9971-0373

Voltar