Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina Agência AL

Facebook Flickr Twitter Youtube Instagram

Pesquisar

+ Filtros de busca

 
Assistir
18:45 TVAL Notícias
Ao vivo

Cadastro

Mantenha-se informado. Faça aqui o seu cadastro.

Whatsapp

Cadastre-se para receber notícias da Assembleia Legislativa no seu celular.

Aumentar Fonte / Diminuir Fonte
11/02/2020 - 16h25min

Plenário acata admissibilidade de PECs da previdência e das emendas

Imprimir Enviar
Sessão ordinária desta terça-feira (11)
FOTO: Rodolfo Espínola/Agência AL

O Plenário da Assembleia Legislativa de Santa Catarina acatou, em sessão ordinária na tarde desta terça-feira (11), a admissibilidade de duas propostas de emenda à Constituição (PECs): a de número 13/2019, que trata da reforma da Previdência dos Servidores Públicos Estaduais, e a 1/2020, sobre a transferência de recursos para os municípios por meio das emendas parlamentares. As duas propostas são de autoria do Poder Executivo.

A PEC da Previdência teve o voto contrário da bancada do PT. Já a outra matéria foi aprovada por unanimidade entre os presentes.

Com a decisão do Plenário, as matérias voltam para as comissões permanentes da Alesc para a análise do mérito. Caso sejam aprovadas nas comissões, as PECs retornam para o Plenário, onde precisarão dos votos favoráveis de 3/5 dos votos dos membros da Assembleia (24 votos), em dois turnos, para serem transformadas em emenda constitucional.

A PEC 13/2019 é parte da proposta de reforma da previdência estadual, encaminhada no fim do ano passado pelo governo. Seu principal ponto é o aumento na idade mínima para aposentadoria voluntária dos servidores, que passará para 62 anos para mulheres e 65 anos para os homens, a mesma idade da reforma aprovada pelo Congresso Nacional.

Já a PEC 1/2020, encaminhada semana passada pelo Executivo, visa autorizar a transferência de recursos aos municípios por meio das chamadas emendas parlamentares. A modificação possibilitará mais celeridade no repasse para os municípios dos recursos que forem destinados por meio de emendas individuais apresentadas pelos deputados estaduais ao orçamento anual.

Marcelo Espinoza
Agência AL

Voltar