Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina Agência AL

Facebook Flickr Twitter Youtube Instagram

Pesquisar

+ Filtros de busca

 
Ao vivo

Serviço temporariamente em manutenção.
Acompanhe a programação da TVAL pelo Youtube.


Revista Digital

Cadastro

Mantenha-se informado. Faça aqui o seu cadastro.

Whatsapp

Cadastre-se para receber notícias da Assembleia Legislativa no seu celular.

Filtrar por deputado / bancada
Aumentar Fonte / Diminuir Fonte
27/07/2021 - 13h45min

Jovem e Política é tema de live dessa quarta-feira no Bate Papo com Paulinha

Imprimir Enviar

A participação de jovens na política nacional pauta a live desta quarta-feira (28) da deputada Paulinha (sem partido) em seu tradicional Bate Papo nas redes sociais. A conversa é com o vereador eleito por Balneário Camboriú,  Eduardo Zanatta, que é mestre em Planejamento Territorial pela Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc), com graduação em Relações Internacionais (Univali). A live, que vai ao ar às 19h, ganha as redes da deputada Paulinha nesta quarta.

Esse encontro semanal é mais uma maneira que a deputada Paulinha encontrou de estar mais conectada e perto da população. “ Para mim é fundamental estar cada vez mais próxima dos catarinenses, seja pelas nossas redes sociais, no nosso dia a dia,  em nossa agenda, em nossas viagens pelo Estado, enfim o contato com as pessoas é o que nos move”, comenta.

Paulinha é coordenadora da Frente Parlamentar da Juventude, que surgiu em 2019 com o desafio de promover avanços em prol da juventude catarinense, apoiando o Conselho Estadual de Juventude, implementando mecanismos de cooperação entre entidades e associações que atuem nesse segmento, desenvolvendo pesquisas, auxiliando o governo estadual na execução dessas políticas e incentivando a participação do jovem no processo. “Esse tema sempre nos inspirou”, disse.  

As candidaturas de jovens na política ainda são insignificantes. Dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) mostram que, nas eleições de 2014, por exemplo, candidatos com menos de 30 anos não tiveram espaço. Aqueles que tinham entre 18 e 19 anos representavam 0,07%, enquanto apenas 2% tinham de 20 e 24 anos. Pessoas entre 25 a 29 anos alcançaram 4,32%. Em 2016, por serem eleições municipais, o quadro melhorou, mas, ainda assim, o dado não foi otimista. A maior participação foi encontrada em jovens entre 25 a 29 anos, por exemplo, com 6,13%.

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) divulgou recentemente as estatísticas de filiadas e filiados a partidos políticos do país, após a atualização das relações no sistema Filia, ocorrida em abril. Os números mostram que, embora sejam mais da metade do eleitorado, as mulheres constituem cerca de 45% dos registrados em partidos políticos. Além disso, menos de 2% dos eleitores jovens até os 24 anos se interessaram em se unir a alguma agremiação partidária brasileira.
.
“Queremos trazer esse tema para justamente despertar nos jovens que a sua participação na vida pública é fundamental para as transformações que defendem”, avalia.


Valquiria Guimarães
Assessoria de Comunicação
Deputada Paulinha
048 991047676

Acompanhe Paulinha


Paulinha
Voltar