Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina Agência AL

Facebook Flickr Twitter Youtube Instagram

Pesquisar

+ Filtros de busca

 
Ao vivo

Acompanhe a programação pelo Youtube.


Cadastro

Mantenha-se informado. Faça aqui o seu cadastro.

Whatsapp

Cadastre-se para receber notícias da Assembleia Legislativa no seu celular.

Aumentar Fonte / Diminuir Fonte
08/11/2012 - 13h30min

PSDB e PP deflagram processo de sucessão no Legislativo catarinense

Imprimir Enviar
Sessão Ordinária da Assembleia Legislativa de SC

Os deputados Silvio Dreveck (PP) e Nilson Gonçalves (PSDB) anunciaram da tribuna a criação de um bloco parlamentar constituído pelos cinco deputados pepistas e os seis peessedebistas. A articulação foi sacramentada na tarde desta quarta-feira (7), durante o almoço conjunto das bancadas e tem por objetivo aglutinar forças para a eleição da Mesa, em fevereiro de 2013.
Dreveck disse que os dois partidos começaram a dialogar visando “alguns encaminhamento futuros aqui na Assembleia, mas pensando mais longe, na participação nas comissões e também nas próximas eleições para governador, senador, deputados federais e estaduais”. O líder da bancada pepista destacou que o bloco vai trabalhar pelo consenso entre os deputados.
Nilson Gonçalves (PSDB) confirmou que os dois partidos iniciaram conversações informais sobre a presidência da Casa. “PP e PSDB já têm uma sintonia que antecede essas conversações, por isso resolveram se sentar para conversar, uma conversa que pode render frutos”. Nilson afirmou que o PSDB tem condições de lançar candidato a presidente, mas, “num gesto de boa vontade”, o partido renunciou ao direito. O parlamentar declarou que o Bloco admite a divisão do mandato com outros partidos.
Joares Ponticelli (PP), presidente estadual do PP, agradeceu a generosidade do PSDB. “São 11 votos para a construção de um projeto que contemple os 40 deputados, inclusive o PMDB, que tem a maior bancada”, ponderou.

Assassinato de policiais
Sargento Soares (PDT) pediu mudanças no Código Penal e no Código de Processo Penal para agilizar os processos e a condenação daqueles que atentam contra a vida dos agentes da segurança pública (policiais militares, civis, bombeiros, guardas municipais). O parlamentar argumentou que a impunidade tem incentivado os criminosos a agirem cada vez com mais audácia, referindo-se aos assassinatos de policiais em São Paulo e em Santa Catarina.
Maurício Eskudlark (PSD) denunciou que os grupos organizados dentro dos presídios estão constrangendo os presos que são liberados pela Justiça a atentarem contra a vida de policiais. Segundo Eskudlark, que já comandou a polícia civil, um detento do presídio de São Pedro de Alcântara, que foi liberado por sete dias, “saiu com determinação dos presos para cometer um crime contra um policial que teria atuado no desbaratamento de uma quadrilha. Agora um homem bomba está andando por aí”, informou.
O parlamentar reclamou uma “legislação forte contra os marginais que estão nos presídios dando ordem para quem sai”.

Reabertura de negociações com a Saúde
Volnei Morastoni (PT), presidente da Comissão de Saúde, fez um apelo ao governador Colombo, que se encontra na Ásia, para que no retorno reabra as negociações com os servidores da saúde em greve. O parlamentar ofereceu ao Executivo o auxílio do Legislativo para mediar as negociações. “Nós estamos aqui para contribuir”, declarou.
Ana Paula Lima (PT) cobrou prioridade à saúde, como prometeu o governador na eleição de 2010. “Estamos no fim do segundo ano de mandato e não mudou nada, tanto para os servidores quanto para a população”, observou. Ela também criticou aqueles que responsabilizam os servidores pela origem dos problemas da saúde. “Os servidores querem melhores condições de salário e de trabalho”, afirmou a deputada, que convidou os parlamentares a visitar os hospitais e constatarem por si mesmos a falta de leitos, equipamentos quebrados e a falta de medicamentos”.

Dia do Radialista
Ismael dos Santos (PSD), Joares Ponticelli, Nilson Gonçalves e Maurício Eskudlark  destacaram a passagem do Dia do Radialista, comemorado neste 7 de novembro, em homenagem ao músico e radialista Ary Barroso. Gonçalves, que é radialista, cumprimentou os colegas de profissão e contou que atua no rádio desde 1982. “Faço rádio diariamente. Há 30 anos cumprimento minhas comadres, meus ouvintes itinerantes, que ouvem programa do ‘Nirsinho’ na região, especialmente na Baía da Babitonga”, 

Drogas
Ismael dos Santos relatou visita que fez à Subsecretaria Antidrogas do governo federal para conhecer detalhes da proposta da União sobre o problema. O parlamentar anunciou que no final de novembro acontecerá uma reunião com a participação das secretarias de Saúde, Educação, Justiça e Cidadania, Segurança Pública e Assistência Social para formatar uma proposta mínima de políticas públicas de combate às drogas. “Vai abranger todos os eixos, recuperação, repressão e reinserção social”, anunciou Ismael.
Neodi Saretta (PT) anunciou que o estado barriga verde aderiu ao programa “Crack, é possível vencer”, do governo federal. Segundo o deputado, Santa Catarina disporá de R$ 56 milhões para investir no combate à droga até 2014.

Programas federais
Darci de Matos (PSD), designado novo Líder do Governo, elogiou os programas Mais Educação e Ciências sem Fronteiras, ambos do governo federal. O primeiro objetiva a implantação da escola em tempo integral e o segundo pretende enviar para o exterior cerca de 100 mil estudantes para aprender ou aperfeiçoar conhecimentos nos países desenvolvidos.
“Não há outro caminho a não ser a escola em tempo integral, que será implementada nas regiões com baixo IDH, em parceria com os governos federal, estadual e municipais”, declarou.

Brasil Sorridente
Neodi Saretta destacou a implantação de laboratórios regionais de prótese dentárias nos municípios de Anchieta, Descanso, Lajeado Grande, Paial e Riqueza. “Agora são 78 laboratórios em Santa Catarina, o que vai facilitar o acesso da população ao tratamento dentário através do SUS”, avaliou Saretta.

Transporte rodoviário de cargas
Mauro de Nadal (PMDB) convidou a comunidade e os parlamentares para participarem da instalação, dia 19 de novembro, do Fórum Estadual de Transporte Rodoviário de Cargas. Segundo o representante do Extremo Oeste, o objetivo é subsidiar novos encaminhamentos por parte do Congresso Nacional sobre a regulação da jornada de trabalho dos transportadores.
“Na atual conjuntura, parar a cada 4 horas para 30 minutos de descanso, sabendo que as rodovias não estão preparadas para atender esta determinação, é inviável”, observou Nadal.

Ferrovia do milho
Silvio Dreveck elogiou a decisão do governo federal de estabelecer um novo traçado para a nova ferrovia que ligará São Paulo ao Rio Grande do Sul. De acordo com o líder do PP, a ferrovia partirá de Panorama (SP), atravessará o Paraná via Cascavel, prosseguindo até Chapecó e Erechim (RS). “Nós sempre defendemos a implantação de uma ferrovia no Oeste, que é o grande celeiro da agroindústria. A ligação vai permitir que os insumos cheguem com melhores preços, dando mais competitividade à agroindústria catarinense”, comemorou.

Agrovêneto
Nadal lamentou a compra da Agrovêneto pelo grupo JBS Friboi. “Mais uma empresa que não resistiu ao alto custo do milho”, observou. Segundo o deputado, hoje é possível comprar milho a R$ 21 a saca no Paraná, todavia o custo do frete eleva o preço para R$ 32 a saca. Ele defendeu o transporte ferroviário como uma alternativa para que os insumos da agroindústria cheguem ao Oeste mais baratos. “O transporte ferroviário vai evitar o deslocamento das agroindústrias catarinenses para a região Centro Oeste”, previu.

Fertilizantes
Mauro de Nadal também informou que está intermediando junto ao governo do estado o direcionamento de um berço do Porto de Itajaí exclusivo para desembarque de fertilizantes. Segundo Nadal, sem um berço para descarga exclusiva os navios permanecem no porto, elevando o custo do insumo. “Assusta o valor elevado da estadia no Porto para descarga. No Paraná o fertilizante tem prioridade de descarga, queremos a mesma coisa em Santa Catarina”, reivindicou Nadal.

Jogos Abertos
Reno Caramori (PP) destacou a abertura dos Jogos Abertos de Santa Catarina, ocorrida na noite desta terça-feira, em Caçador. Reno rememorou o tempo em que foi prefeito da cidade, oportunidade em que o município também sediou uma edição dos Jogos Abertos. “Foi uma missão árdua, construímos um kartódromo, velódromo, ginásio de esportes, canchas de bolão, quadra de tênis, estande de tiro e parque esportivo, que agora foi remodelado para a realização dos Jogos Abertos de 2012”, lembrou Caramori. (Vitor Santos)

Voltar