Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina Agência AL

Facebook Flickr Twitter Youtube Instagram

Pesquisar

+ Filtros de busca

 
Ao vivo

Acompanhe a programação pelo Youtube.


Cadastro

Mantenha-se informado. Faça aqui o seu cadastro.

Whatsapp

Cadastre-se para receber notícias da Assembleia Legislativa no seu celular.

Aumentar Fonte / Diminuir Fonte
24/05/2017 - 17h52min

Protestos em Brasília e infraestrutura: temas da sessão desta quarta (24)

Imprimir Enviar
Sessão ordinária desta quarta-feira (24)

Durante a sessão ordinária da Assembleia Legislativa de Santa Catarina, nesta quarta-feira (24),  os deputados Ana Paula Lima e Padre Pedro Baldissera, ambos do PT, registraram a realização, na Capital Federal, do movimento Ocupa Brasília. Organizada pela Frente Brasil Popular, com apoio de movimentos sociais e sindicais, a mobilização teve como objetivo protestar contra as reformas da Previdência e Trabalhista, além de reivindicar a saída de Michel Temer da Presidência e a realização de eleições diretas.

Ana Paula afirmou que vários catarinenses foram para Brasília participar das manifestações. A deputada voltou a pedir a saída de Michel Temer, a quem chamou de impostor. “Espero que ele saia dessa cadeira porque ela não pertence a ele”, disse.

Padre Pedro destacou que milhares de pessoas participaram dos protestos e lembrou que pesquisa realizada em abril mostrou que 65% dos brasileiros são contra as reformas propostas pelo governo e 85% defendem eleições diretas para presidente. “É preciso ouvir a voz das ruas”, disse. “Em um ano de governo Temer, vimos o fim da Nova República, com reformas que atingem de forma violenta a classe trabalhadora.”

Infraestrutura
Ana Paula apresentou indicação ao Poder Executivo solicitando urgência na recuperação da rodovia SC-155, entre Abelardo Luz e Rincão, no Oeste. A parlamentar acatou um pedido da Câmara de Vereadores de Abelardo Luz, que apontou as péssimas condições de tráfego da rodovia. “As ADRs não visualizam esses problemas, não dão satisfação para a população”, reclamou.

Infraestrutura também foi o tema do pronunciamento do deputado Valdir Cobalchini, no horário reservado ao PMDB. Ele voltou a defender a criação de uma política estadual de preservação do patrimônio público estadual. O objetivo é permitir que os imóveis que abrigam escolas, delegacias, hospitais, entre outros serviços públicos mantidos pelo Estado, tenham manutenção preventiva, a fim de evitar deterioração por completa das estruturas. Cobalchini mostrou imagens de prédios e estradas em péssimas condições.

“Exemplos como esses estão no estado inteiro. O Estado não deve esperar chegar a esse ponto para tomar providências”, disse.  O deputado lembrou que apresentou projeto que busca destinar mensalmente um recurso para os diretores das escolas realizarem pequenos reparos nos imóveis, como forma de evitar problemas estruturais que levem a interdição dos estabelecimentos, como o que ocorreu recentemente no Extremo Sul do estado.

JBS
Maurício Eskudlark (PR) voltou a criticar o boicote aos produtos da JBS como forma de protesto pelo envolvimento da empresa em suspeitas de corrupção recentemente noticiadas. Para o parlamentar, quem deve ser punido são os diretores da empresa e não os trabalhadores, cujos empregos dependem da comercialização dos produtos.

“Esse boicote é uma vingança burra. Ele prejudica os produtores rurais, os trabalhadores, e essa não é a solução”, disse. O deputado lembrou que Santa Catarina conta com várias unidades da JBS, que geram emprego e renda para milhares de famílias. “Esse boicote acaba se virando contra a nossa economia, contra as famílias que dependem desses empregos.”

Segurança pública
Eskudlark também demonstrou inconformismo com decisão judicial que deu liberdade a homens que foram presos em flagrante recentemente com várias armas, em Florianópolis. O deputado afirmou que a decisão revoltou a sociedade. “Não tenho nada contra a juíza que mandou soltar os envolvidos, mas tenho contra a forma que ela agiu. Ela agiu contra a segurança pública, contra o povo de Santa Catarina”, disse. “Se todos não se unirem contra a criminalidade, vamos perder essa guerra.”

Homenagem
Padre Pedro Baldissera comentou sobre projeto de sua autoria, em coautoria com o deputado licenciado Vicente Caropreso (PSDB), aprovado na sessão desta quarta, que dá o nome de Delegado Alcivandro Espezim à Delegacia da Polícia Civil de Guaramirim.

Espezim faleceu em maio do ano passado, aos 67 anos.  Ele havia sido delegado em Guaramirim de 1987 até 1998, quando se aposentou. “É uma justa homenagem e um reconhecimento a essa personalidade”, disse Padre Pedro. O projeto foi aprovado por unanimidade.

Boto pescador
O deputado José Milton Scheffer (PP) discursou sobre a realização de uma exposição no hall da Assembleia Legislativa, chamada “Educar, Documentar e Valorizar para Preservar”, que trata sobre a pesca artesanal em Laguna e a participação dos botos na pescaria. O parlamentar afirmou que o projeto, além de preservar um aspecto único da cultura lagunense – a figura do boto pescador – tem um alcance social, por oferecer oficinas audiovisuais e de fotografia a jovens.

Scheffer lembrou que nesta quinta-feira (25) é celebrado o Dia Estadual de Preservação do Boto Pescador, instituído graças a projeto de lei de sua autoria. “Precisamos valorizar essa história, já que o boto pescador só existe em Laguna”, reiterou o deputado.

Marcelo Espinoza
Agência AL

Voltar