Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina Agência AL

Facebook Flickr Twitter Youtube Instagram

Pesquisar

+ Filtros de busca

 
Ao vivo

Acompanhe a programação pelo Youtube.


Cadastro

Mantenha-se informado. Faça aqui o seu cadastro.

Whatsapp

Cadastre-se para receber notícias da Assembleia Legislativa no seu celular.

Aumentar Fonte / Diminuir Fonte
27/06/2022 - 15h41min

Operadoras estão prontas, mas implantação do 5G foi adiada para setembro

Imprimir Enviar
Deputado Jair Miotto comandou reunião virtual da Comissão de Economia

Os representantes das operadoras de telefonia móvel Tim, Vivo e Claro (que assumiu os clientes da Oi em Santa Catarina) garantiram na tarde desta segunda-feira (27), durante reunião da Comissão de Economia, Ciência, Tecnologia, Minas e Energia, que apesar da prorrogação do prazo para a implantação do 5G nas capitais do Brasil, de 31 de julho para 29 de setembro, elas já estão com os equipamentos prontos e aptos para entregar a conectividade da quinta geração de internet móvel em Florianópolis. O prazo poderá ser antecipado para agosto, dependendo da entrega dos insumos e kits de equipamentos para implementar a tecnologia de banda larga móvel.

O presidente da comissão, deputado Jair Miotto (União), ressaltou que a prorrogação do prazo foi tomada nacionalmente pelo Grupo de Acompanhamento das Obrigações da Faixa de 3,5 GHz (Gaispi) e que a medida foi tomada por “cautela”, segundo ele, pois as operadoras relataram a falta de equipamentos para implementar a tecnologia de banda larga móvel. Os fatores que justificam o atraso são o lockdown na China, a escassez de semicondutores, as limitações do transporte aéreo e a demora no desembaraço aduaneiro.

Miotto salienta que apesar deste prazo prorrogado, percebeu na reunião que todos estão comprometidos para implantar o 5G no estado. “Foi um fator externo, mas todas as operadoras estão preparadas para implantar a tecnologia assim que forem autorizadas.” O deputado enfatizou que as teles já estão com suas antenas preparadas para implantação do 5G em 100 municípios, mas que somente 30 estão com suas legislações adequadas, por isso sugeriu aos vereadores que busquem informações junto ao Projeto de Lei de sua autoria que já foi aprovado na Assembleia Legislativa, onde há um documento com sugestão de lei municipal.

Outra sugestão apresentada na reunião foi de que as operadas estudem a possibilidade de antecipação da liberação do uso de faixa em determinadas áreas de prestação, conforme avaliação a ser realizada pela Entidade Administradora da Faixa de 3,5 GHz (EAF) e aprovada pelo Gaispi.

Participaram da reunião, além dos representantes das operadoras de telefonia móvel, dirigentes da Celesc, Associação Catarinense de Tecnologia (Acate), Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina (Fapesc), Unifique, Sapiens Park, Prefeitura de Florianópolis e da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Sustentável.

 

Cronograma que a Anatel definiu para a implementação do 5G

até 29 de setembro de 2022: para capitais e o Distrito Federal

até 31 de julho de 2025: para cidades com mais de 500 mil habitantes

até 31 de julho de 2026: para localidades com mais de 200 mil pessoas

até 31 de julho de 2027: para municípios com mais de 100 mil habitantes

até 31 de julho de 2028: para metade dos municípios com mais de 30 mil habitantes

até 31 de julho de 2029: para municípios com mais de 30 mil habitantes

até 31 de dezembro de 2029: municípios abaixo de 30 mil habitantes

Ney Bueno
Agência AL

Voltar