Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina Agência AL

Facebook Flickr Twitter Youtube Instagram

Pesquisar

+ Filtros de busca

 
Ao vivo

Acompanhe a programação pelo Youtube.


Cadastro

Mantenha-se informado. Faça aqui o seu cadastro.

Whatsapp

Cadastre-se para receber notícias da Assembleia Legislativa no seu celular.

Aumentar Fonte / Diminuir Fonte
02/09/2014 - 09h52min

Entidades maçônicas mobilizam-se por voto consciente

Imprimir Enviar
O evento, que teve como tema central a Cidadania, foi realizado no Tempo da Grande Loja de Santa Catarina FOTOS: Juliana Stadnik / Agência AL

Cerca de 800 pessoas, entre representantes das três vertentes maçônicas do estado, lideranças políticas e representantes da sociedade civil, compareceram na noite desta segunda-feira (2) à sessão magna pública promovida pelo Grande Oriente de Santa Catarina (GOSC) em comemoração ao Dia da Independência. O evento, que teve como tema central a Cidadania, foi realizado no Templo da Grande Loja de Santa Catarina, em Florianópolis e contou palestra do ex-deputado federal gaúcho Jarbas Lima.

A sessão, explicou o grão-mestre do GOSC, João Paulo Sventnickas, é realizada todos os anos em conjunto com Grande Loja de Santa Catarina (GLSC) e o Grande Oriente do Brasil - Santa Catarina (GOB-SC) na semana que antecede o Dia da Independência. “Uma sociedade tem por obrigação celebrar sua pátria e cultuar seus símbolos nacionais. Neste sentido, já é uma tradição promovermos esta solenidade, para a qual convidamos toda a comunidade a participar”.

Presente ao evento, o presidente interino da Assembleia Legislativa, deputado Joares Ponticelli (PP), destacou que as entidades maçônicas sempre estiveram presentes em momentos importantes da história do país, como a proclamação da República e a abolição da escravatura e que ainda hoje elas vêm dando sua contribuição para o aprimoramento do processo democrático. “A Maçonaria sempre lutou pela liberdade e democracia e hoje reafirma seu compromisso com estes valores. Por isso estamos aqui, para representar o Parlamento estadual diante desta importante mobilização cívica”.

Respeito às instituições
A escolha pelo tema Cidadania para a sessão magna, destacou o grão-mestre da GLSC, João Eduardo Noal Berbigier, teve como referência a realização das eleições deste ano e chega para complementar a campanha intitulada Voto Cidadão, na qual a entidade  procura orientar a população sobre diversos pontos relacionados ao processo eleitoral. Entre eles, disse, a importância de que o eleitor saiba posicionar-se durante o pleito, escolhendo candidatos éticos e comprometidos com as leis. “O voto consciente é a ferramenta mais poderosa que temos para reabilitar a política e fazê-la ocupar um lugar de respeito em nossa sociedade, algo fundamental para a consolidação do estado de direito. E isto só é possível elegendo pessoas com responsabilidade e ética”.

Membro do Ministério Público do Rio Grande do Sul e ex-deputado estadual e federal pelo estado, Jarbas Lima afirmou que o ano também é oportuno para que a sociedade exija dos representantes do poder público um respeito maior com as instituições do país. Para Lima, as interpretações da Constituição Federal emitidas pelo Supremo Tribunal Federal (STF) e as Medidas Provisórias editadas pela presidência da República, não passam de tentativas de ocupar o papel do Parlamento em legislar, práticas danosas para a manutenção do princípio da separação dos poderes e do regime democrático no país. “Isso é um total escândalo, que precisa acabar. Precisamos ter respeito pelas instituições, preservando as atribuições de cada uma, pois não há como manter a democracia em um estado de direito sem preservar a separação dos poderes constituídos”.

Alexandre Back
Agência AL

Voltar