Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina Agência AL

Facebook Flickr Twitter Youtube Instagram

Pesquisar

+ Filtros de busca

 

Cadastro

Mantenha-se informado. Faça aqui o seu cadastro.

Whatsapp

Cadastre-se para receber notícias da Assembleia Legislativa no seu celular.

Aumentar Fonte / Diminuir Fonte
03/12/2021 - 07h43min

Ato solene reconhece trabalho das igrejas evangélicas na pandemia

Imprimir Enviar
Durante a solenidade foram homenageados 20 representantes de nove instituições
FOTO: Jeferson Baldo/Agência AL

A Assembleia Legislativa realizou um ato parlamentar solene em reconhecimento aos serviços prestados pelas igrejas evangélicas de Santa Catarina durante a pandemia da Covid-19. O evento reuniu lideranças religiosas e políticas no auditório Deputada Antonieta de Barros, no Palácio Barriga Verde, na noite desta quinta-feira (2), quando 20 representantes de nove instituições foram homenageados.

Proponente da sessão, o deputado Sergio Motta (Republicanos) comentou que a ideia era honrar quem foi fundamental para ajudar as pessoas que estavam com o emocional abalado durante a pandemia. “Profissionais autônomos que ficaram desempregados durante essa crise, aqueles que dependiam do comércio na rua, de porta em porta. Todos ficaram dependendo de cestas básicas e muitas igrejas fizeram esse trabalho de assistência social, de levar o pão a quem tem fome além da palavra que salva, a palavra que regenera.”

Ele salientou que as igrejas são vistas como um local de auxílio para pessoas em situação de vulnerabilidade, que não têm acesso aos bens e serviços da sociedade. “Tais igrejas não se limitam a distribuir cestas básicas e roupas, mas organizam instituições com voluntários e profissionais para realizar o serviço com a população carente, além de levar fé e conforto para estas pessoas, um trabalho que se fundamenta nos mandamentos de Deus.”

O deputado Sergio Motta, em seu mandato, foi proponente de dois atos parlamentares e três sessões solenes em reconhecimento aos serviços prestados pelas igrejas à sociedade catarinense. No total foram 174 pastores, bispos e líderes evangélicos homenageados no parlamento, representando 106 denominações. Durante a solenidade foi entregue uma placa em homenagem ao bispo responsável da Igreja Universal do Reino de Deus em Santa Catarina, Jean Carlos Santos Paulo.

Falando em nome dos homenageados, o bispo Jean Carlos Santos Paulo destacou que as igrejas foram fundamentais durante o período da pandemia para a população do Estado. “Nós sabemos que a igreja chega aonde muitos órgãos do governo não chegam. Por exemplo, a igreja não é somente a parte espiritual, existe um braço social dela que é muito importante, é parte integral de tudo que fazemos. Então nós temos aqui, na Grande Florianópolis, cerca de dois mil voluntários que trabalham desde a ajuda ao adolescente, ao idoso, todas faixas etárias, homens, mulheres e crianças, independemente do credo religioso, porque acima de tudo somos seres humanos e durante a pandemia esse grupo não parou, os voluntários não deixaram de atuar em favor dos menos favorecidos. Foram mais de 40 toneladas de alimentos doados. Se nós não tivéssemos essa força das igrejas a situação seria pior.”

O senador Jorginho Mello (PL) salientou que as igrejas sempre foram importantes em todos os tempos pelo trabalho que fazem de orientação, de recuperação, de inclusão, de alento e muito mais agora no período da pandemia de Covid-19. “Neste período de pandemia a gente ficou triste, de joelhos, o mundo ficou, e as igrejas tiveram um papel fundamental nesta recuperação, nesta retomada, dando ânimo, mostrando caminhos e ensinamentos, ajudando aqueles que estão passando por dificuldades, há muitas obras que se fazem por meio das igrejas, doando alimentos para alma e para o corpo, então as igrejas são fundamentais para dar equilíbrio para a sociedade.”


Homenageados

  • Bispo responsável da Igreja Universal do Reino de Deus em Santa Catarina – Jean Carlos Santos Paulo;
  • Pastor responsável do Grupo Depressão Tem Cura – Leandro Cunho da Costa;
  • Pastor responsável pelo Grupo Força Jovem Universal – Evaldo Antônio dos Reis;
  • Pastor responsável pelo Grupo do Resgate – Antônio José Teixeira Brasil;
  • Pastor responsável pelo Projeto UFP (Universal nas Forças Policiais) – Denis Souza Uesono Costa;
  • Pastor responsável pelo grupo Calebe – Nereu Pedro Amorim;
  • Pastor responsável pelo Grupo EVG e Projeto Unisocial – Lucas Lenz;
  • Pastor responsável pelo Grupo Saúde – Marcos Figueiredo Neves;
  • Bispo responsável pelo Corpo de Obreiros – Nivaldo dos Santos Santiago;
  • Responsável pelo Projeto Sócio Educativo – Elias Santana dos Reis;
  • Pastor responsável pelo Projeto UNP (Universal nos Presídios) – Jakson de Almeida Silva;
  • Pastor responsável pelo Grupo Arimatéia – Francisvaldo Bezerra Gomes;
  • Bispo e presidente fundador da Igreja Pentecostal Templo dos Milagres – Adriano de Souza;
  • Presbítero da Igreja Evangélica Assembleia de Deus – Cristiano Rodrigues dos Santos;
  • Pastor da Igreja Batista em Alto Aririu – Odair José Leal Corrêa;
  • Pastor diretor regional das igrejas O Brasil Para Cristo do Vale do Itajaí – Adonias Luko;
  • Pastor e 3° presidente da Igreja O Brasil Para Cristo de Barra Velha – Idelcio José da Silva;
  • Pastor presidente da Convenção Estadual das Igrejas O Brasil Para Cristo de Santa Catarina – Valdir José dos Santos;
  • Pastor líder do Projeto Amor ao Próximo da Igreja Evangélica Palavra Profética – Robson de Jesus Mello;
  • Pastor responsável regional pela Igreja Visão Missionária de Blumenau – Álvaro Luciano;
Ney Bueno
Agência AL

Voltar