Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina Agência AL

Facebook Flickr Twitter Youtube Instagram

Pesquisar

+ Filtros de busca

 
Ao vivo

Acompanhe a programação pelo Youtube.


Cadastro

Mantenha-se informado. Faça aqui o seu cadastro.

Whatsapp

Cadastre-se para receber notícias da Assembleia Legislativa no seu celular.

Aumentar Fonte / Diminuir Fonte
13/09/2016 - 13h20min

Alunos de Administração da Udesc querem arrecadar R$ 35 mil para ONG de autistas

Imprimir Enviar
Estudantes Thais Brunatto, Luisa Martins e Otto Thiel
FOTO: Solon Soares/Agência AL

Os alunos da 7ª fase do curso de Administração Empresarial da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) pretendem arrecadar R$ 35 mil até o final do ano. A campanha faz parte da disciplina Gerência de Projetos e o dinheiro será utilizado na aquisição de móveis e equipamentos para a Associação de Pais e Amigos do Autista de Florianópolis (AMA). “A disciplina tem um foco prático, ensinar gerência de projeto, gerenciando. Não estuda apenas as ferramentas, mas faz coisas práticas com a documentação conforme as regras internacionais e entrega benefícios à sociedade”, explicou a professora Alice Carneiro de Castro.

Segundo Alice, há 11 anos os alunos dessa disciplina escolhem uma entidade, verificam as necessidades mais urgentes, elaboram um projeto, captam recursos, executam as ações e prestam contas ao professor. “Ao todo já foram mais de 50 projetos, cada um entregando o que a entidade precisa, seguindo toda uma metodologia e fazendo o bem”, destacou Alice Castro.

A aluna Thais Brunatto, gerente de captação do projeto, revelou à Agência AL que para atingir a meta os alunos estão fechando parcerias com empresas, programando eventos, além de recorrerem à plataforma de financiamento coletivo crowdfunding e ao “troco solidário” nos estabelecimentos parceiros da universidade. “Já fizemos um evento de food truck na Esag, tem happy hour quarta-feira (14) na Devassa e dia 19 tem palestra com Kin Forest no Espaço Sol da Terra, na Lagoa da Conceição”, informou Thais.

Segundo o estudante Otto Thiel, gerente-geral do projeto, a opção pela AMA foi unânime. “Queremos entregar móveis e equipamento para potencializar o atendimento dos autistas. A AMA sobrevive de doações, os móveis atuais não são adequados, os armários são abertos, o ideal é que sejam fechados, porque o autista se distrai com facilidade”, afirmou o aluno da Udesc.

Quer conhecer mais sobre a campanha? Acesse Facebook/projetonossomundo

 

 

Vítor Santos
Agência AL

Voltar