Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina Agência AL

Facebook Flickr Twitter Youtube Instagram

Pesquisar

+ Filtros de busca

 
Ao vivo

Serviço temporariamente em manutenção.
Acompanhe a programação da TVAL pelo Youtube.


Revista Digital

Cadastro

Mantenha-se informado. Faça aqui o seu cadastro.

Whatsapp

Cadastre-se para receber notícias da Assembleia Legislativa no seu celular.

Filtrar por deputado / bancada
Aumentar Fonte / Diminuir Fonte
01/12/2021 - 13h45min

Marcos Vieira preside audiência com prefeitos em defesa do municipalismo

Imprimir Enviar
Deputado Marcos Vieira e prefeitos de diversas regiões de SC

O deputado Marcos Vieira (PSDB), presidente da Comissão de Finanças e Tributação da Alesc, presidiu a audiência pública que debateu a Proposta de Emenda à Constituição nº 4/2021, que trata da distribuição de ICMS aos municípios. O evento, na manhã desta quarta-feira (1º) na Alesc, reuniu dezenas de prefeitos, a Federação Catarinense dos Municípios (Fecam) e deputados.

O relator da matéria, deputado Julio Garcia (PSD), adiantou que será favorável à proposta da Fecam, que é dividir os 15% do ICMS de forma igualitária e 10%, como propõe a PEC, sobre indicadores da educação.

Para o deputado Marcos Vieira, a presença de prefeitos, especialmente dos pequenos e médios municípios, mostrou a importância do debate. “Assim vamos mais uma vez fazendo justiça com os municípios que sofrem com a falta de recursos, e que são exatamente os que têm menos de 40 mil habitantes, a grande maioria do nosso Estado”, disse o deputado.

A prefeita de Monte Carlo, Sônia Vedovatto, de maneira remota, deu seu depoimento e agradeceu o empenho do deputado Marcos Vieira em ser o interlocutor das causas municipalistas. “Mais uma vez o deputado mostra seu conhecimento e sua preocupação com a vida dos catarinenses”, disse Sônia.

De acordo com a proposta, dos 25% do ICMS que cabem definição sobre Lei Estadual, 10% seriam divididos: 5% com base no número de alunos matriculados na rede municipal, 3% com base no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), 1,4% para os que alcançarem nota no Ideb maior do que a média de todos os municípios e 0,6% para os municípios que apresentarem notas menores que a média geral.

O presidente da Fecam e prefeito de Araquari, Clenilton Pereira, reforçou que as 25 associações de municípios catarinenses participaram da audiência. “Ainda bem que a Assembleia Legislativa vem tendo um olhar diferente, voltado para os municípios”, disse Clenilton.



Comunicação Deputado Marcos Vieira - PSDB

Giancarlo Baraúna

(48) 9 9919-0691
Rodrigo Braga

(48) 9 9919-0592

Facebook: www.facebook.com/deputadomarcosvieira
Instagram: deputadomarcosvieira

Acompanhe Marcos Vieira


Marcos Vieira
Voltar