Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina Agência AL

Facebook Flickr Twitter Youtube Instagram

Pesquisar

+ Filtros de busca

 
Ao vivo

Acompanhe a programação pelo Youtube.


Revista Digital

Cadastro

Mantenha-se informado. Faça aqui o seu cadastro.

Whatsapp

Cadastre-se para receber notícias da Assembleia Legislativa no seu celular.

Filtrar por deputado / bancada
Aumentar Fonte / Diminuir Fonte
15/12/2021 - 22h55min

Jerry é relator de projeto que cria bolsa-estudante

Imprimir Enviar
Deputado Jerry Comper
FOTO: Vicente Schmitt/Agência AL

Nesta quarta-feira (15) foi aprovado na Comissão de Finanças e Tributação a proposta do governo do Estado para a instituição da bolsa-estudante para alunos matriculados no ensino médio da rede pública estadual. O projeto de lei 450/2021 prevê o pagamento de auxílio financeiro no valor de R$ 6.250/ano (11 parcelas de R$ 568) para até 60 mil estudantes matriculados no ensino regular ou educação de jovens e adultos (EJA), provenientes de famílias em situação de vulnerabilidade social e inscritas no cadastro único para programas sociais do governo federal (CadÚnico).

O encaminhamento pela adequação financeira e orçamentária da matéria seguiu o voto do relator,  deputado Jerry Comper (MDB). No documento, o parlamentar atestou a apresentação, pelo governo, de itens requeridos na Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) e de verificação obrigatória pelo colegiado, como estimativa de impacto financeiro para 2022 e os dois anos subsequentes, declaração do ordenador de despesas e adequação às leis orçamentárias vigentes. Em outro ponto, ele também destacou o interesse social do projeto. “Essa bolsa-estudante é uma forma de apoiar e incentivar alunos do ensino médio em situação de vulnerabilidade social, especialmente aqueles que vivem situação de pobreza ou extrema pobreza, promover e estimular a frequência na escola e assegurar o direito à educação básica de qualidade.”

O relatório aprovado manteve a emenda aditiva ao texto apresentada na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), conforme deliberação das lideranças partidárias no Parlamento estadual. A nova redação estabelece prazo de três anos para duração do programa, que poderá ser prorrogado. Também prevê a obrigatoriedade de aprovação no ano letivo como condição para continuidade no recebimento do auxílio pelo estudante. O projeto segue agora para análise da Comissão de Educação Cultura e Desporto.

Com informações da Agência AL.


Assessoria Deputado Jerry Comper
Assembleia Legislativa de Santa Catarina
Gabinete 205 (48) 3221 2683
https://www.facebook.com/deputadojerry/
https://www.instagram.com/deputadojerry/

Acompanhe Jerry Comper


Jerry Comper
Voltar