Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina Agência AL

Facebook Flickr Twitter Youtube Instagram

Pesquisar

+ Filtros de busca

 
Ao vivo

Serviço temporariamente em manutenção.
Acompanhe a programação da TVAL pelo Youtube.


Revista Digital

Cadastro

Mantenha-se informado. Faça aqui o seu cadastro.

Whatsapp

Cadastre-se para receber notícias da Assembleia Legislativa no seu celular.

Filtrar por deputado / bancada
Aumentar Fonte / Diminuir Fonte
23/11/2021 - 14h28min

Empresas de vigilância estão contratando profissionais de forma ilegal

Imprimir Enviar
Deputado Sargento Lima
FOTO: Bruno Collaço / AGÊNCIA AL

O deputado Sargento Lima (PL), que já deu cursos de formação de vigilantes privados, tem recebido denúncias da categoria: profissionais estão sendo contratados por empresas que desrespeitam a legislação. Ele encaminhou ofícios à Polícia Federal, ao Ministério Público do Trabalho e à Federação dos Vigilantes e Empregados de Empresas de Segurança (Fevasc) pedindo rigor na fiscalização.

A Lei Federal 7.102/83 e a Portaria 3.233 regulamentam a função do vigilante privado. Conforme as denúncias que chegaram ao deputado Sargento Lima, as empresas estão contratando profissionais sem a Carteira Nacional de Vigilância, ou então as empresas apresentam este documento, porém repassam aos contratados o custo da carteira, o que é ilegal.

Segundo o parlamentar, há um risco à própria segurança, pois os profissionais estão sendo jogados na informalidade e as empresas podem estar contratando pessoas desqualificadas.

Acompanhe Sargento Lima


Sargento Lima
Voltar