Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina Agência AL

Facebook Flickr Twitter Youtube Instagram

Pesquisar

+ Filtros de busca

 
Assistir
00:15 Sessão Ordinária
Ao vivo

Cadastro

Mantenha-se informado. Faça aqui o seu cadastro.

Whatsapp

Cadastre-se para receber notícias da Assembleia Legislativa no seu celular.

Aumentar Fonte / Diminuir Fonte
09/11/2016 - 16h20min

PMDB e PP anunciam acordo para a Presidência da Alesc no biênio 2017/2018

Imprimir Enviar
Aldo Schneider (E) e Silvio Dreveck anunciam acordo para compartilhamento da Presidência da Alesc no biênio 2017-2018

As bancadas do PMDB e do PP na Assembleia Legislativa de Santa Catarina anunciaram oficialmente, na tarde desta quarta-feira (9), um acordo para o compartilhamento da Presidência da Casa no biênio 2017/2018. O presidente e a composição da Mesa para o período serão definidos em 1º de fevereiro de 2017.

Pelo acordo firmado entre os dois partidos, que conta com o consenso das demais bancadas da Alesc, o deputado Silvio Dreveck (PP) será o presidente entre 1º de fevereiro de 2017 e 31 de janeiro de 2018. Já entre 1º de fevereiro de 2018 e 31 de janeiro de 2019, a Casa será presidida pelo deputado Aldo Schneider (PMDB). Os demais membros da Mesa nesses dois períodos ainda serão definidos.

Dreveck e Aldo concederam entrevista coletiva na Sala de Imprensa da Alesc, na qual anunciaram o acordo. “Estamos oficializando nossa pré-candidatura à Presidência, com a proposta de compartilhar o mandato”, explicou Silvio Dreveck. “Nosso objetivo é fazer um trabalho transparente, sério, com austeridade, visando o melhor para os catarinenses”.

O deputado Aldo Schneider destacou o consenso construído dentro das bancadas do PP e do PMDB, em relação aos nomes dos dois pré-candidatos. “Buscamos o apoio dos demais partidos e estamos construindo gradativamente esse projeto com o apoio de todos os deputados”, disse o parlamentar do PMDB. “Vamos dividir o comando da Alesc com o propósito de servir Santa Catarina por meio de uma gestão discreta e transparente, em que a Casa do Povo esteja cada vez mais aberta aos catarinenses.”

Projetos
Os dois deputados afirmaram que a gestão compartilhada pretende ficar marcada não por grandes projetos na Assembleia, mas pela austeridade e pela qualidade do processo legislativo.

“O momento econômico não nos permite fazer grandes projetos. Nosso objetivo é fazer uma boa gestão, com os pés no chão, economizando os recursos e dando bom exemplo”, disse Dreveck. “Será uma gestão técnica. Vamos deixar nossa marca, não com obras, mas com ações que valorizem o Legislativo catarinense”, completou Aldo.

Devido à pré-candidatura, Aldo Schneider renunciou à 1º Vice-Presidência da Alesc no começo da tarde desta quarta-feira. O Regimento Interno do Parlamento não permite que um deputado seja reconduzido ao mesmo cargo na Mesa Diretora no biênio seguinte. Aldo vai se candidatar novamente a 1º vice-presidente para a Mesa Diretora de 2017, para poder ocupar a Presidência em 2018.

Com a renúncia de Aldo, o deputado Antonio Aguiar (PMDB) foi eleito, ainda nesta quarta, o novo 1º vice-presidente da Alesc. Aguiar acompanhou a entrevista coletiva e destacou a importância da aliança entre PP e PMDB.

Já Silvio Dreveck deixou pela manhã a liderança do governo na Alesc. A renúncia foi aceita pelo governador Raimundo Colombo (PSD) e o nome do novo líder ainda não foi oficialmente anunciado. “Como a nossa agenda será voltada agora à pré-candidatura à Presidência da Alesc, entendemos que seria melhor deixar a liderança”, justificou.

Marcelo Espinoza
Agência AL

Voltar