Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina Agência AL

Facebook Flickr Twitter Youtube Instagram

Pesquisar

+ Filtros de busca

 
Ao vivo

Serviço temporariamente em manutenção.
Acompanhe a programação da TVAL pelo Youtube.


Cadastro

Mantenha-se informado. Faça aqui o seu cadastro.

Whatsapp

Cadastre-se para receber notícias da Assembleia Legislativa no seu celular.

Aumentar Fonte / Diminuir Fonte
19/08/2021 - 10h32min

Crescimento da pobreza no estado é assunto de destaque na sessão

Imprimir Enviar
Deputados Fabiano da Luz e Marlene Fengler durante a sessão ordinária desta quinta-feira (19)
FOTO: Bruno Collaço / AGÊNCIA AL

O aumento da pobreza e da fome em Santa Catarina e no Brasil foi o assunto levado à tribuna pelo deputado Fabiano da Luz (PT), na sessão ordinária desta quinta-feira (19). Há 355 mil pessoas vivendo em situação de extrema pobreza no estado – 17,8% a mais do que havia em março do ano passado, no início da pandemia, conforme dados do Cadastro Único do Ministério da Cidadania.

Os dados relatados pelo deputado foram publicados em matéria veiculada pela NSC Comunicação. “As cinco maiores cidades de Santa Catarina têm hoje 20% de todas as pessoas que vivem com menos de R$ 89 por mês”, informou Fabiano. Ele acrescentou que o estado tem 134 municípios no mapa da insegurança alimentar.

No cenário nacional, há 113 milhões de pessoas (mais da metade da população brasileira) nessa situação. Por outro lado, 66 novos bilionários surgiram em 2020. “É o resultado desse governo. Para aumentar os bilionários tem que aumentar os miseráveis”, argumentou o parlamentar. Para ele, a fome é resultado direto da destruição das políticas sociais e do descontrole dos preços. “O governo Bolsonaro brinca com a vida das pessoas, não apenas na questão da pandemia, mas na destruição das políticas fundamentais para a nutrição”, disse.

Posse
No início da sessão ordinária, o advogado e engenheiro Tiago Bolan Frigo, segundo suplente do PSL nas eleições de 2018, assumiu por 30 dias a vaga aberta pela licença do deputado Coronel Mocellin (PSL).

Homenagem
O deputado Jerry Comper (MDB) lembrou que neste dia 19 de agosto completa três anos o falecimento do deputado Aldo Schneider (MDB). Jerry registrou sua gratidão pela convivência e pelo legado deixado pelo amigo. “Ele deixou bons ensinamentos, foi um grande amigo, um grande líder, meu segundo pai.”

O deputado Silvio Dreveck (PP) disse que é importante registrar e lembrar essa data por uma questão de justiça. “Foi uma grande figura pública, um homem correto, leal, como poucas pessoas que encontrei na vida. Tive a oportunidade de compartilhar com ele a presidência da Casa, posso afirmar isso. É verdade que nos deixou precocemente, mas deixou um bom legado e um grande exemplo.”

A deputada Marlene Fengler (PSD) parabenizou Jerry Comper por manter viva a lembrança e o legado do deputado Aldo, que foi uma pessoa especial, na definição dela. “O seu trabalho reconhece e dá continuidade ao legado dele na sua região. O deputado Aldo deixou lembranças e saudade.”

Aldo Schneider faleceu em 2018, em decorrência de câncer. Exercia o segundo mandato como deputado estadual e presidia a Assembleia Legislativa naquele ano.

Lisandrea Costa
Agência AL

Saiba Mais

Voltar