Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina Agência AL

Facebook Flickr Twitter Youtube Instagram

Pesquisar

+ Filtros de busca

 
Assistir
00:15 Sessão Ordinária
Ao vivo

Revista Digital

Cadastro

Mantenha-se informado. Faça aqui o seu cadastro.

Whatsapp

Cadastre-se para receber notícias da Assembleia Legislativa no seu celular.

Filtrar por deputado / bancada
Aumentar Fonte / Diminuir Fonte
23/11/2017 - 16h47min

Roberto Salum quer acabar com a moleza dos presidiários

Imprimir Enviar
Deputado Roberto Salum

A opinião do deputado Roberto Salum (PRB) sobre os criminosos não é novidade e acirrou os debates no Plenário da Alesc nessa quinta-feira, 23, pela manhã. “Atualmente os presidiários têm direito a cinco refeições diárias, entre mais de outros 20 incentivos que a maioria da população não tem,” lembrou. “Precisamos é tirar os direitos deles.”

As discussões em torno do aumento da criminalidade e as possíveis ações do Estado visando o enfrentamento do problema dominaram também as manifestações dos deputados Mário Marcondes, que se disse estarrecido pelos índices de violência registrados na Grande Florianópolis - com um homicídio a cada dois dias, e Natalino Lázare. ”A criminalidade não é exclusiva dos grandes centros urbanos, estendendo-se aos pequenos municípios,” destacou.

Para o deputado Roberto Salum, a situação já vem de muitos anos, atravessando as administrações de muitos ex-governadores. “Investimento em segurança não dava voto”, sentenciou. Salum quer que os legisladores do País atuem para tornar as regras mais rigorosas com relação aos apenados. “Vou ter uma audiência com o senador Dário Berger sobre o assunto”, anunciou. “Não dá mais! Está mais interessante ser bandido do que trabalhador,” concluiu.

 


Ivan Pimentel (48) 996568494 (Whatsapp)
Gabinete Deputado Roberto Salum​

Voltar