Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina Agência AL

Facebook Flickr Twitter Youtube Instagram

Pesquisar

+ Filtros de busca

 
Ao vivo

Cadastro

Mantenha-se informado. Faça aqui o seu cadastro.

Whatsapp

Cadastre-se para receber notícias da Assembleia Legislativa no seu celular.

Aumentar Fonte / Diminuir Fonte
14/06/2019 - 15h54min

Alesc promove capacitação sobre autismo em São Miguel do Oeste

Imprimir Enviar
Evento reuniu 700 pessoas, entre professores, assistentes sociais e profissionais da saúde. FOTO: João Guedes

Professores, assistentes sociais e profissionais de saúde participaram nesta sexta-feira (14), em São Miguel do Oeste, de evento de capacitação sobre autismo, tema do 2º Seminário de Prevenção às Deficiências da Região do Vale do Uruguai, promovido pela Comissão de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência da Assembleia Legislativa, em parceria com a Escola do Legislativo Deputado Lício Mauro da Silva e Apaes locais.  O evento reuniu mais de 700 pessoas no auditório da Universidade do Oeste de Santa Catarina (Unoesc).

O público acompanhou painel apresentado pelo professor e psicólogo José Raimundo Facion, especialista em educação especial e em transtornos invasivos do desenvolvimento. Ele abordou os principais sinais da síndrome nas crianças e detalhou os caminhos que devem ser seguidos nos planos de inclusão.

“O importante é conhecer o autismo. A partir do momento em que esse profissional, onde ele estiver, entende o diagnóstico, como se faz, qual é a importância do diagnóstico, já é um avanço, para conhecer condutas terapêuticas e educacionais que minimizam os problemas da vida de uma pessoa com autismo e sua família”, disse.

Facion ainda destacou a importância da atenção da família para a garantia de sono regular, de uma alimentação saudável e da manutenção da rotina para a qualidade de vida do autista e dos suas famílias. Para o palestrante, a inclusão é benéfica da pessoa com autismo é benéfica para todas as pessoas. “Faz bem desde cedo conviver com o autismo. Com isso, você diminui ao longo do tempo a rejeição, a discriminação”, comentou.

Para a coordenadora regional do Projeto Prevenir das Apaes do Vale do Uruguai, Patrícia Mello, a expectativa é que as ações de capacitação contribuam para que também professores possam ajudar com diagnósticos de autismo.

“O seminário traz o conhecimento que é necessário para termos, dentro das Apaes, o melhor atendimento para oferecer qualidade de vida aos alunos. Os professores, com isso, podem identificar algumas características do autismo e encaminhar os casos para o diagnóstico”, disse.

Presente no seminário, o primeiro vice-presidente da Assembleia Legislativa, deputado Mauro de Nadal (MDB) também falou da importância do evento para a comunidade do Vale do Uruguai. “Levar o conhecimento para as pessoas que trabalham no dia a dia com o autismo, orientando as famílias, é algo que pode fazer toda a diferença para a qualidade de vida de tantas pessoas”, considerou o parlamentar.

João Guedes
Rádio AL

Voltar