Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina Agência AL

Facebook Flickr Twitter Youtube Instagram

Pesquisar

+ Filtros de busca

 
Ao vivo

Serviço temporariamente em manutenção.
Acompanhe a programação da TVAL pelo Youtube.


Revista Digital

Cadastro

Mantenha-se informado. Faça aqui o seu cadastro.

Whatsapp

Cadastre-se para receber notícias da Assembleia Legislativa no seu celular.

Filtrar por deputado / bancada
Aumentar Fonte / Diminuir Fonte
01/10/2021 - 13h45min

Ato solene marcará os 30 anos do Movimento dos Atingidos por Barragens

Imprimir Enviar
Deputada Luciane Carminatti
FOTO: Rodolfo Espínola/Agência AL

Na próxima segunda-feira (4), a Assembleia Legislativa promoverá um Ato Solene em homenagem aos 30 anos do Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB). A proposta é de autoria da deputada Luciane Carminatti (PT). O evento será às 17h, no plenarinho, com transmissão ao vivo do canal da Alesc no youtube.

No ato serão homenageadas 16 pessoas com atuação destacada na história do movimento. Outras 17 serão citadas, pois não acompanharão o ato presencialmente, devido às restrições impostas pela pandemia.

O reconhecimento se dá ao trabalho realizado pelo movimento em âmbito nacional, com atuação em Santa Catarina. Entre as conquistas destes 30 anos, destacam-se direitos de reparação para atingidos, reassentamentos coletivos, programas para produção de alimentos saudáveis e produção de energia alternativa.

Trajetória
O MAB nasceu na década de 1980, por meio de experiências de organização local e regional, enfrentando ameaças e agressões sofridas na implantação de projetos de hidrelétricas. Em 14 de março de 1991 se tornou uma organização nacional, que neste ano de 2021 completa 30 anos. Hoje, além de fazer a luta pelos direitos dos atingidos e atingidas, reivindica um Projeto Energético Popular para mudar pela raiz todas as estruturas injustas desta sociedade.

O que é
O MAB é uma organização coletiva e se define como um movimento de caráter nacional, autônomo, de massa, de luta, com rostos regionais, sem distinção de cor da pele, gênero, orientação sexual, religião, partido político ou grau de instrução. Se constitui como uma organização com participação e protagonismo coletivo em todos os níveis, com objetivo de organizar os atingidos pela construção, ameaça de construção ou rompimento de barragens.

 

Foto: Rodolfo Espínola/Ag. Alesc


Texto: Assessoria de Imprensa da deputada Luciane Carminatti

Acompanhe Luciane Carminatti


Luciane Carminatti
Voltar