Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina Rádio AL

Facebook Flickr Twitter Youtube Instagram

Pesquisar

+ Filtros de busca

 
Ao vivo

Serviço temporariamente em manutenção.
Acompanhe a programação da TVAL pelo Youtube.


Revista Digital

Cadastro

Mantenha-se informado. Faça aqui o seu cadastro.

Whatsapp

Cadastre-se para receber notícias da Assembleia Legislativa no seu celular.

Aumentar Fonte / Diminuir Fonte
27/11/2020 - 16h17min

Tribunal Especial absolve governador no julgamento do impeachment

Imprimir Enviar

O Tribunal Especial de Julgamento decidiu, nesta sexta-feira (27), pela absolvição do governador Carlos Moisés (PSL) no primeiro processo de impeachment. Ele respondia por crime de responsabilidade na concessão de reajuste salarial aos procuradores do Estado.

O processo de impeachment foi julgado em sessão do Tribunal Especial realizada no Plenário da Assembleia Legislativa. Foram seis votos pela absolvição do governador, três pela perda definitiva do mandato e uma abstenção. Carlos Moisés somente perderia o cargo se houvesse sete votos pelo seu impedimento.

Entre os cinco deputados que integravam a corte especial, Maurício Eskudlark (PL) e Laércio Schuster (PSB) votaram pela absolvição. Kennedy Nunes (PSD) e Sargento Lima (PSL) se manifestaram pelo impeachment de Carlos Moisés. Luiz Fernando Vampiro (MDB) se absteve.

Dos cinco desembargadores do Tribunal de Justiça que faziam parte do Tribunal Especial, quatro votaram para que Moisés fosse absolvido e um pediu o afastamento definitivo do chefe do governo estadual.

Depois de mais de cinco hora de trabalhos, a sessão foi encerrada com a votação que decidiu pela absolvição do governador. Carlos Moisés ainda responde por crime de responsabilidade em um segundo processo de impeachment relacionado às licitações para compra de respiradores mecânicos e para instalação de um hospital de campanha. Na segunda-feira, o presidente do Tribunal de Justiça deve marcar a data da sessão do Tribunal Especial que vai decidir pelo prosseguimento ou arquivamento da nova denúncia.

Sonoras:
- desembargador Ricardo Roesler, presidente do Tribunal de Justiça (TJSC) e do Tribunal Especial de Julgamento
- Péricles Prade, advogado de acusação
- Marcos Probst, advogado de defesa

João Guedes
Rádio AL

Voltar