Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina Agência AL

Facebook Flickr Twitter Youtube Instagram

Pesquisar

+ Filtros de busca

 
Assistir
00:15 Sessão Ordinária
Ao vivo

Cadastro

Mantenha-se informado. Faça aqui o seu cadastro.

Whatsapp

Cadastre-se para receber notícias da Assembleia Legislativa no seu celular.

Aumentar Fonte / Diminuir Fonte
08/05/2018 - 17h10min

Sessão tem defesa de quarta ponte da Capital e da região metropolitana de Joinville

Imprimir Enviar

FOTO: Fábio Queiroz/Agência AL

A sessão da tarde desta quarta-feira (8) da Assembleia Legislativa teve defesa da quarta ponte de Florianópolis e da criação da região metropolitana de Joinville, cujo projeto foi retirado da pauta do Legislativo pelo chefe do Executivo.

“O prefeito de Joinville pediu e o governador, em uma atitude politiqueira, retirou o projeto que cria a região metropolitana de Joinville, mas uma região metropolitana enseja modernidade, planejamento, desenvolvimento sustentável, mais recursos e mais força política para os municípios”, ponderou Darci de Matos (PSD).

Segundo o representante da Manchester catarinense, a criação da região Metropolitana da Grande Florianópolis viabilizou um empréstimo de R$ 10 milhões a fundo perdido do Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

“Em Florianópolis temos uma região estruturada e temos a perspectiva de uma parceria público-privada (PPP) que pode ser a solução do trânsito”, comparou Darci.

Em aparte, Ismael dos Santos (PSD) concordou com o colega e criticou o prefeito Udo Döhler. “Um pedido paradoxal, o projeto das regiões metropolitanas começou em Joinville com o ex-deputado Adelor Vieira. Lamentamos a atitude do prefeito”, afirmou Ismael.

Já o deputado Mauricio Eskudlark (PR) defendeu a construção de uma quarta ponte ligando o continente à Ilha de Santa Catarina. “O governo federal vai fazer mais uma pista em cada sentido da Via Expressa, só que não vai resolver o problema, as pontes não comportam o trânsito, precisamos de um novo acesso para Florianópolis. Se investiu R$ 262 milhões na ponte Hercílio Luz e não se resolveu o problema de mobilidade, precisamos de uma quarta ponte”, insistiu o vice-líder do governo.

Aduana de Dionísio Cerqueira
Neodi Saretta (PT) pediu o empenho dos governos federal e estadual para solucionar os problemas da aduana de Dionísio Cerqueira, no Extremo-Oeste do estado.

“A falta de profissionais e a morosidade na liberação de cargas levou a uma queda expressiva no movimento. Temos de nos empenhar, esperamos o empenho de todos, dos governos federal e estadual. Aquela aduana é a entrada do Mercosul em Santa Catarina”, justificou Saretta.

Maio Amarelo
Saretta destacou na tribuna a celebração do “Maio Amarelo”, movimento mundial  pela redução dos acidentes de trânsito.

“O Maio Amarelo trata da conscientização para redução dos acidentes no trânsito, simboliza a atenção e a advertência para a violência do trânsito, que atinge principalmente os jovens, muitos com sequelas para o resto da vida, mas o mais barato e prudente é a prevenção”, avaliou Saretta.

Vítor Santos
Agência AL

Voltar