Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina Agência AL

Facebook Whatsapp Twitter Youtube Instagram

Pesquisar

+ Filtros de busca

 
Assistir
00:30 Sessões - Seminários - Eventos
Ao vivo

Cadastro

Mantenha-se informado. Faça aqui o seu cadastro.

Whatsapp

Cadastre-se para receber notícias da Assembleia Legislativa no seu celular.

Aumentar Fonte / Diminuir Fonte
05/02/2020 - 17h51min

Saúde e críticas ao governador: assuntos da sessão desta quarta (5)

Imprimir Enviar
Milton Hobus criticou a burocracia na liberação das emendas.
FOTO: Bruno Collaço / AGÊNCIA AL

Além da repercussão do relato feito pelo deputado Valdir Cobalchini (MDB), a respeito do secretário de Estado de Infraestrutura, Carlos Hassler, os deputados estaduais também trataram de outros temas na tribuna da Assembleia Legislativa de Santa Catarina, na sessão ordinária desta quarta-feira (5), a primeira do ano de 2020.

Câncer avança em Santa Catarina
Dr. Vicente Caropreso (PSDB) lamentou o avanço do câncer no estado, que em 2020 terá uma taxa de incidência de 372 para cada 100 mil homens e 247 para cada 100 mil mulheres.

“O câncer de mama é o que mais fez vítimas no estado, em 2018 faleceram 657 mulheres e em 2019, até dia 30 setembro, foram registradas 457 mortes”, afirmou Caropreso, que elogiou a ação da Rede Feminina de Combate ao Câncer e convocou prefeitos a apoiarem as iniciativas.

Vaias ao governador
Para Jessé Lopes (PSL), as vaias dirigidas ao chefe do Poder Executivo durante a leitura da Mensagem Anual, na sessão especial desta terça-feira (4), não foram motivadas pelo envio ao Legislativo de uma proposta de reforma da Previdência, mas por atitudes tomadas por Carlos Moisés da Silva ao longo do ano passado.

“Não adianta querer cortar dos outros e morar no palácio e fazer festas a reveria, andar de helicóptero e somar dois gordos salários”, criticou Jessé.

Burocracia
Milton Hobus (PSD) fez um pronunciamento inflamado contra a burocracia no governo referente à liberação das emendas parlamentares. Ele afirmou que o governador está sendo enganado pela própria equipe. “É fácil dizer que tudo vai bem, que tudo estava errado, pregar a união com o Parlamento, mas na prática isso não acontecer”, disse.

O deputado citou o caso de uma emenda parlamentar de 2018, no valor de R$ 130 mil, que ainda não foi liberada por questões burocráticas. “O povo está morrendo, precisa de remédio. Prefeito que sabe se tem que comprar remédio ou não. Que burocracia é essa, senhor governador? O senhor está sendo enganado”, afirmou Hobus, rasgando as respostas sobre a emenda.

Itaipu Rural
Altair Silva (PP) repercutiu na tribuna o sucesso da Itaipu Rural, feira do agronegócio que acontece em Pinhalzinho, no Oeste.

“Mais de 330 expositores, uma universidade a céu aberto, com tecnologias e inovações”, comentou.

SC-114
Felipe Estevão (PSL) exibiu no telão do plenário imagens de um desmoronamento da pista da SC-114, nas proximidades de São Joaquim, e cobrou providências do governo do estado. “Há dois anos se encontra assim”.

Coronavírus
Neodi Saretta (PT), presidente da Comissão de Saúde, anunciou que o secretário de Estado da Saúde foi convidado para participar de reunião da comissão, na próxima quarta-feira (12) para explicar as estratégias diante do avanço do coronavírus.

Representação mais dura
A deputada Paulinha (PDT) justificou ação patrocinada pela bancada feminina pedindo à Comissão de Ética que avalie se o deputado Jessé Lopes quebrou o decoro parlamentar.

“Nenhum de nós pode incitar atos criminosos, assedio está no Código Penal, gostaria de ouvir um pedido de desculpas do deputado Jessé”, indicou.

Aeroporto de Correia Pinto liberado
Bruno Souza (Novo) informou que a Infraero publicou portaria garantindo a homologação do aeroporto de Correia Pinto. “Foi liberado”, garantiu o parlamentar.

Em aparte, Marcius Machado (PL) destacou a mobilização pela liberação do aeroporto, que vai servir o Planalto Serrano.

Vítor Santos
Agência AL

Saiba Mais

Voltar