Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina Agência AL

Facebook Flickr Twitter Youtube Instagram

Pesquisar

+ Filtros de busca

 
Assistir
12:45 Jornal da Tarde
Ao vivo

Cadastro

Mantenha-se informado. Faça aqui o seu cadastro.

Whatsapp

Cadastre-se para receber notícias da Assembleia Legislativa no seu celular.

Aumentar Fonte / Diminuir Fonte
07/01/2019 - 16h06min

Primeiro relatório de balneabilidade de 2019 é divulgado pelo IMA

Imprimir Enviar
Foto: James Tavares/Secom Gov

O Instituto do Meio Ambiente de Santa Catarina (IMA) divulgou o primeiro relatório de balneabilidade de 2019. De acordo com as coletas e análises, realizadas de 02 a 04 de janeiro, 72,4% dos pontos analisados estão próprios para banho no litoral catarinense.

O IMA realiza o monitoramento da qualidade da água do mar para o banho humano em 214 pontos dos 500 quilômetros da costa catarinense, confrontando a concentração de contaminantes com os limites previstos na legislação e normas técnicas. Os resultados são divulgados e podem ser acessados no website e no aplicativo Praias SC, disponível para o sistema Android.

Em Florianópolis, 76,2% dos pontos analisados estão adequados para banho. No restante do litoral, em 101 locais dos 144 averiguados recomenda-se o mergulho, o que corresponde a 70,1%. Em relação ao resultado anterior, lançado no dia 28 de dezembro, sete pontos passaram da condição de impróprio para próprio e 17 de próprio para impróprio.

Os ensaios são efetuados nos municípios de Araranguá, Balneário Arroio do Silva, Balneário Gaivota, Balneário Camboriú, Balneário Rincão, Barra Velha, Biguaçú, Bombinhas, Florianópolis, Garopaba, Governador Celso Ramos, Imbituba, Itajaí, Itapema, Itapoá, Jaguaruna, Joinville, Laguna, Navegantes, Palhoça, Passo de Torres, Penha, Balneário Piçarras, Porto Belo e São José.

O IMA alerta para o cuidado dos banhistas ao entrar no mar quando transcorridas 24 horas de chuvas torrenciais. População e visitantes não devem se banhar em saídas de rios, de riachos e galerias pluviais. Além disso, o IMA chama a atenção para a situação das placas. Algumas, especialmente durante a alta temporada, são retiradas, danificadas ou vandalizadas. Dessa forma, a recomendação é que os usuários acessem o site http://balneabilidade.ima.sc.gov.br para se informar sobre a condição das praias catarinenses.

(Com informações da Fatma e do governo de Santa Catarina)

Michelle Dias
Agência AL

Voltar