Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina Agência AL

Facebook Flickr Twitter Youtube Instagram

Pesquisar

+ Filtros de busca

 
Assistir
14:00
Ao vivo

Cadastro

Mantenha-se informado. Faça aqui o seu cadastro.

Whatsapp

Cadastre-se para receber notícias da Assembleia Legislativa no seu celular.

Aumentar Fonte / Diminuir Fonte
07/03/2018 - 14h24min

Mostra fotográfica busca prevenir casos de violência contra a mulher

Imprimir Enviar
Exposição ficará na Alesc até 16 de março; são 11 imagens que participaram de concurso promovido pelo Gapa de Chapecó
FOTO: Solon Soares/Agência AL

Foi aberta oficialmente na noite desta terça-feira (6), na Assembleia Legislativa de Santa Catarina, a exposição fotográfica “Violência Contra a Mulher: Um Olhar Anterior”, organizada pelo Grupo de Apoio e Prevenção à Aids (Gapa) de Chapecó. Até o dia 16 de março, o público poderá visitar a mostra na Galeria de Artes Ernesto Meyer Filho, no hall do Palácio Barriga Verde, de segunda a sexta-feira, das 7 horas às 19 horas.

A mostra é composta por 11 imagens que participaram de um concurso fotográfico em 2016. Os fotógrafos são de Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Minas Gerais, São Paulo e Distrito Federal.

A mostra tem a curadoria de Angélica Lüersen e Rachel Kleinubing. Conforme Angélica, a partir das imagens, a ideia é despertar um olhar que transforme o ponto de vista sob o qual é observada a violência contra a mulher, estimulando a não violência e a atitude proativa de todas as pessoas envolvidas.

“O concurso surgiu com as propostas de provocar uma reflexão e uma mudança no olhar das pessoas. O que se quer é que a violência não exista. É uma questão pertinente para discutirmos, pois a violência contra a mulher é algo muito presente, tanto que o estado tem índices bem altos”, disse.

A cessão da galeria para a exposição foi uma solicitação do deputado Padre Pedro Baldissera (PT), presidente da Frente Parlamentar dos Homens pelo Fim da Violência da Alesc. A exposição também marca a passagem do Dia Internacional da Mulher, celebrado em 8 de março.

“Nosso maior desafio é construir consciência que é muito mais importante prevenir, evitar os casos de violência contra a mulher, e a exposição se propõe a isso, por isso se chama ‘Olhar Anterior’”, destacou Padre Pedro. “Esse desafio é de todos, para que possamos construir uma cultura onde se diga não a qualquer tipo de violência.”

O diretor do Gapa de Chapecó, Ricardo Malacarne, destacou o caráter preventivo da exposição, que já passou por Chapecó e Xanxerê e irá para outros municípios. “A exposição tem provocado reflexões interessantes e atraído pessoas que se sensibilizaram com essa causa”,  disse.

Conforme o diretor, uma segunda edição do concurso fotográfico está programada e terá seu resultado divulgado em 25 de novembro, Dia Internacional da Não Violência Contra a Mulher.

(Com informações de Maria Helena Saris, da TVAL)

Voltar