Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina Agência AL

Facebook Flickr Twitter Youtube Instagram

Pesquisar

+ Filtros de busca

 
Ao vivo

Serviço temporariamente em manutenção.
Acompanhe a programação da TVAL pelo Youtube.


Cadastro

Mantenha-se informado. Faça aqui o seu cadastro.

Whatsapp

Cadastre-se para receber notícias da Assembleia Legislativa no seu celular.

Aumentar Fonte / Diminuir Fonte
09/09/2021 - 10h18min

Falta de isonomia no pagamento de emendas impositivas repercute

Imprimir Enviar
Deputados Felipe Estevão (E) e Marcius Machado se manifestaram durante a sessão
FOTO: Solon Soares/Agência AL

O governador Carlos Moisés estará em Lages nesta quinta-feira (9) para oficializar a entrega de recursos indicados por deputados por meio de emendas impositivas ao orçamento do Estado. O assunto foi comentado durante a sessão ordinária da Assembleia Legislativa pelo deputado Marcius Machado (PL). O deputado reclamou de falta de isonomia no pagamento das emendas. Na opinião dele, o governo não está atendendo as regiões de forma igual, visto que prioriza o pagamento de emendas de deputados de sua base.

O deputado afirmou que está “muito contente com a entrega das emendas”, mas ao mesmo tempo chateado porque “o pagamento não está ocorrendo de forma isonômica”. Por respeito a todos os parlamentares, ele espera que a equipe do governo tenha critérios claros para definir a ordem de prioridade no pagamento.  “No ano passado o pagamento ocorreu de forma isonômica”, apontou. 

De todo modo, qualificou a data como “um dia importante para a serra catarinense, já que algumas demandas serão supridas”. Citou como exemplo a destinação de emenda parlamentar para recuperação de uma quadra poliesportiva em Lages, além de recursos para a castração de animais de rua. “Já conseguimos destinar R$ 400 mil para a castração de animais.” Com essa ação, o deputado explicou que será possível minimizar os danos causados pelo abandono de animais não castrados.

Atos do dia 7
O deputado Felipe Estevão utilizou o horário político do PSL, embora esteja de saída do partido, conforme registrou, para elogiar as manifestações ocorridas no dia 7 de setembro em apoio ao presidente e contra o “sistema”. Estevão afirmou que foi peregrinando com o carro que ele chama de “gabinete móvel” até Brasília para participar das manifestações e que deseja ver “esse sistema vil, depravado, ser lançado por terra”, referindo-se Congresso Nacional e ao Supremo Tribunal Federal (STF).

“Vi as manifestações mais lindas, crianças, idosos, famílias inteiras numa manifestação pacífica, ordeira, patriotas que desejam ver o nosso Brasil no rumo certo”, relatou. O deputado disse que “os poderes estão putrificados por um sistema corrupto, o Supremo está aparelhado e o Senado está acovardado." Ainda acrescentou que espera ver o ministro Alexandre de Moraes fora do STF.

Morte de baleias
O deputado Ivan Naatz (PL) convidou os colegas parlamentares e a população em geral para a audiência pública que debaterá, às 11 horas desta quinta-feira, a morte de baleias no litoral catarinense. O deputado, que preside a Comissão de Turismo e Meio Ambiente da Assembleia Legislativa, informou que 32 baleias já morreram nesta temporada por causa de redes de palanques, redes fixas irregulares, colocadas em locais de passagem dos animais. Naatz lembrou que o estado de Santa Catarina tem no turismo de observação de baleias um atrativo e que, no entanto, é o estado que mais mata baleias devido a redes de pesca irregulares. A audiência pública debaterá o assunto com representantes do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), Polícia Ambiental e outras entidades.

Lisandrea Costa
Agência AL

Voltar