Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina Agência AL

Facebook Flickr Twitter Youtube Instagram

Pesquisar

+ Filtros de busca

 
Assistir
03:15 Sessão Ordinária
Ouvir
00:05 Programação Musical

Cadastro

Mantenha-se informado. Faça aqui o seu cadastro.

Aumentar Fonte / Diminuir Fonte
20/03/2017 - 07h52min

Empresários e donos de vans sugerem que pais fiscalizem transporte escolar

Imprimir Enviar
Empresas de inspeção e donos de vans sugerem que pais fiscalizem transporte escolar
FOTO: Solon Soares/Agência AL

Os pais de alunos que utilizam o transporte escolar, público ou privado, devem fiscalizar os veículos utilizados para este fim. Esta é a sugestão do Sindicato dos Proprietários de Veículos Escolares da Grande Florianópolis e da Associação Catarinense dos Organismos de Inspeção Veicular (ACOI). “Um veículo sem segurança pode causar acidentes, por isso os pais devem exigir o selo de vistoria, a licença de tráfego e a apólice de seguro”, declarou Umberto Ouriques Neto, presidente do Sindicato dos Proprietários de Veículos Escolares, que conversou com a Agência AL na tarde dessa sexta-feira (17).

Segundo Ouriques Neto, a prefeitura de Florianópolis, assim como outras da região, exige dos veículos escolares vistoria de seis em seis meses, como previsto na lei de trânsito. “Cabe à prefeitura fiscalizar os veículos e exigir a inspeção”, informou o presidente do sindicato, acrescentando que nos casos em que o transporte escolar é feito com veículos do município, a fiscalização é mais precária. “É uma autofiscalização”, observou.

Para presidente da ACOI, a Grande Florianópolis e municípios como Criciúma resolveram o problema porque têm leis que regulamentam o serviço de transporte escolar. “A legislação de Florianópolis é modelo”, afirmou Renato Guerreiro, explicando em seguida que a inspeção na capital envolve 80 itens. “São verificados os freios, suspensão, alinhamento, emissão de  poluentes, cintos de seguranças, bancos, luzes intermitentes, entre outros”, destacou Guerreiro.

Vítor Santos
Agência AL

Voltar