Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina Agência AL

Facebook Flickr Twitter Youtube Instagram

Pesquisar

+ Filtros de busca

 
Assistir
08:45 Fala Deputado
Ao vivo

Cadastro

Mantenha-se informado. Faça aqui o seu cadastro.

Whatsapp

Cadastre-se para receber notícias da Assembleia Legislativa no seu celular.

Aumentar Fonte / Diminuir Fonte
22/11/2017 - 11h06min

Comissão aprova audiência sobre HIV e discute falta de recursos para a saúde

Imprimir Enviar
Comissão de Saúde se reuniu na manhã desta quarta-feira (22)

A Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa de Santa Catarina aprovou, em reunião na manhã desta quarta-feira (22), a realização de uma audiência pública para discutir questões relativas à prevenção e tratamento da Aids/HIV na rede pública de saúde. O pedido para a audiência partiu do gabinete do deputado João Amin (PP) e será oficializado em nome do presidente da Comissão, deputado Neodi Saretta (PT).

O objetivo do encontro, com data e locais ainda a serem definidos, é tratar sobre vários aspectos referentes à Aids/HIV no estado, como as políticas estaduais de enfrentamento ao vírus e à doença, os repasses de recursos do governo federal e do estadual para as ações na área, entre outros.

Recursos para a saúde
Na reunião, o presidente da Frente Parlamentar em Defesa da Saúde Catarinense  e membro da Comissão de Saúde, deputado José Milton Scheffer (PP), solicitou o empenho do colegiado na mobilização pela aprovação de projetos que considera importante para o financiamento da saúde pública no estado, em especial dos hospitais filantrópicos que atendem pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Entre as propostas, ele citou a que trata da extinção da autarquia do Porto de São Francisco do Sul, que deve liberar recursos para a saúde, e um projeto de lei que transfere para a Secretaria de Estado da Saúde a gestão do Fundo Estadual de Apoio aos Hospitais Filantrópicos, Municipais, Cepon e Hemosc.

“O ano está chegando ao fim e temos muitos hospitais que não conseguem pagar salários e décimo terceiro, estão recorrendo a empréstimos bancários”, disse Scheffer. “Só em serviços já prestados, os hospitais têm R$ 120 milhões em crédito com o governo.”

O deputado Fernando Coruja (PMDB) afirmou que a Assembleia tem aprovado projetos que auxiliariam financeiramente a saúde pública e os hospitais no estado, mas, conforme ele, esses recursos não têm sido destinados para o setor.

“Aprovamos um fundo para as cirurgias eletivas e nenhuma nova cirurgia foi realizada”, disse. “A Assembleia tem sido ludibriada pelo governo, pois o dinheiro não tem ido para a saúde.”

Marcelo Espinoza
Agência AL

Saiba Mais

Voltar