Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina Agência AL

Facebook Flickr Twitter Youtube Instagram

Pesquisar

+ Filtros de busca

 
Assistir
09:00 Sessões - Seminários - Eventos
Ao vivo

Cadastro

Mantenha-se informado. Faça aqui o seu cadastro.

Whatsapp

Cadastre-se para receber notícias da Assembleia Legislativa no seu celular.

Aumentar Fonte / Diminuir Fonte
02/10/2019 - 07h35min

Alesc celebra os 30 anos da Constituição Estadual

Imprimir Enviar
Parlamento homenageou os deputados que participaram da elaboração da carta magna estadual
FOTO: Rodolfo Espínola/Agência AL

Os 30 anos da promulgação da Constituição do Estado de Santa Catarina foram comemorados na noite desta terça-feira (1º). A homenagem ocorreu no Plenário da Assembleia Legislativa, mesmo local onde os trabalhos de três décadas atrás foram consolidados com as assinaturas de 49 constituintes que, durante meses, receberam sugestões da sociedade catarinense, debateram propostas e concluíram a legislação que rege o destino do Estado.

Durante a sessão especial, os deputados estaduais que escreveram a Constituição foram homenageados. Falando em nome deles, o ex-deputado Paulo Afonso Evangelista Vieira, que posteriormente chegou a ser governador, afirmou que o momento é de enfatizar a importância do Estado Democrático de Direito e da Constituição. “Parabenizo e agradeço ao Legislativo catarinense por essa iniciativa e, de modo especial, o deputado Julio Garcia que, não é por coincidência, preside a Casa atualmente”, comentou. Na avaliação dele, trata-se de outro fato histórico a ser ressaltado. “O deputado Julio Garcia continua sua carreira e hoje, para orgulho daqueles 40 deputados de 1986, é presidente dessa Casa”, afirmou.

Para Garcia, a comemoração é um momento de destaque para Santa Catarina. “E celebrar os 30 anos da nossa Constituição é um momento importante. Foi um momento diferente vivido na Assembleia Legislativa com muita participação. Eu diria que os deputados tiveram muita atuação efetiva, mas, mais importante até do que isso, foi a participação popular”, avaliou. Na opinião dele, o Poder Legislativo estadual passou a viver uma nova fase a partir da Constituição de 1989, com maior interação da sociedade. “No caso da Constituinte, apresentando sugestões e emendas. E tudo isso foi um processo muito rico, na construção da nossa Carta Estadual”, argumentou.

Homenageados:

  • Aloísio Piazza, presidente da assembleia estadual constituinte de 1989
  • Stélio Boabaid, in memoriam, vice-presidente
  • João Romário, primeiro-secretário
  • Wilson Wan-Dall, segundo-secretário
  • João Gaspar, terceiro-secretário
  • Salomão Ribas Júnior, presidente da comissão de sistematização
  • Neuzildo Fernandes, in memoriam, relator-geral
  • Joaquim Lemos, relator adjunto
  • Lírio Rosso, in memoriam, relator adjunto
  • Pedro Bittencourt Neto, relator adjunto
  • Ademar Duwe
  • Admir Bortolini
  • Alan Índio Serrano
  • Altair Guidi, in memoriam
  • César Souza
  • Dércio Knop
  • Francisco Mastella, in memoriam
  • Gasparino Raimondi
  • Gilson dos Santos
  • Heitor Sché
  • Hugo Matias Biehl
  • Iraí Zílio, in memoriam
  • Ivan Ranzolin
  • Jarvis Gaidzinski, in memoriam
  • João Macagnan
  • João Matos
  • Jorge Gonçalves
  • José Bel
  • José Luiz Cunha
  • José Zeferino Pedrozo
  • Juarez Rogério Furtado
  • Julio Garcia
  • Lauro Vieira de Brito
  • Leodegar Tiscoski
  • Luci Choinacki
  • Luis Amilton Martins
  • Mário Roberto Cavallazzi
  • Martinho Herculano Ghizzo
  • Nelson Locatelli
  • Nilton Jacinto
  • Nodgi Eneas Pelizzetti, in memoriam
  • Paulo Afonso Evangelista Vieira
  • Paulo Bauer
  • Raimundo Colombo
  • Raulino Rosskamp
  • Rivaldo Macari
  • Sidney Pacheco
  • Valdir Baretta
  • Vânio de Oliveira
Alessandro Bonassoli
Agência AL

Voltar