Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina Agência AL

Facebook Flickr Twitter Youtube Instagram

Pesquisar

+ Filtros de busca

 
Assistir
11:30 Nossa Saúde
11:30 Nossa Saúde
Ao vivo

Cadastro

Mantenha-se informado. Faça aqui o seu cadastro.

Whatsapp

Cadastre-se para receber notícias da Assembleia Legislativa no seu celular.

Aumentar Fonte / Diminuir Fonte
24/08/2019 - 00h11min

Aldo Schneider recebe homenagem da Assembleia Legislativa em Ibirama

Imprimir Enviar
Solenidade lotou o salão social da Sociedade Recreativa União, em Ibirama
FOTO: Rodolfo Espínola/Agência AL

O deputado Aldo Schneider, presidente da Assembleia Legislativa de Santa Catarina em 2018, recebeu homenagem póstuma na noite desta sexta-feira (23), em sessão solene do Parlamento estadual, realizada em Ibirama, no Alto Vale do Itajaí. A solenidade também marcou a passagem de um ano do falecimento do parlamentar.

O salão social da Sociedade Recreativa União ficou lotado de amigos e autoridades, incluindo adversários políticos, que acompanharam a cerimônia, iniciada com um vídeo que contou a trajetória de Aldo e apresentou depoimentos de familiares e amigos, entre eles os ex-governadores Eduardo Pinho Moreira e Raimundo Colombo. Representantes de mais de 40 municípios compareceram à sessão e ressaltaram que Aldo Schneider foi uma liderança que praticava política em prol das pessoas.

O deputado federal Rogério Peninha Mendonça (MDB) relembrou que iniciou a carreira política junto com Aldo, em 1988. “Fazer política com ele era fácil. Teve uma rápida ascensão, sempre foi vitorioso em seus projetos políticos. Fez muitos amigos, que hoje estão aqui para homenageá-lo”, comentou.

O parlamentar disse que Aldo foi seu melhor amigo. “É fácil e difícil falar do Aldo. Fácil, porque eu o conhecia muito bem. Nunca tive uma amizade tão forte. Difícil porque sempre que falo dele me emociono.”

FOTOS: Confira galeria da sessão solene em homenagem ao ex-presidente da Alesc

Sucessor político de Aldo, o deputado Jerry Comper (MDB), proponente da sessão, agradeceu a todos pela presença na homenagem. “Tenho orgulho de dizer que fizemos parte dessa trajetória, de dizer que somos Aldo Schneider”, disse. “Sempre vou falar dele, porque tenho muito orgulho disso. Tive nele um pai, um irmão, um líder. Tenho certeza que ele está em um lugar excelente e orgulhoso de ver todos vocês aqui.”

Jerry e Peninha entregaram uma placa a Doraci Schneider, irmã de Aldo, para marcar a homenagem. Ela representou a família do deputado no evento.

Legado
O secretário adjunto de Estado de Desenvolvimento Econômico, Amandio João da Silva Junior, representou o governador Carlos Moisés da Silva (PSL) na solenidade. Ele destacou o legado deixado por Aldo para o estado e trouxe o reconhecimento de Moises à figura do deputado. “A política às vezes afasta as pessoas. Mas o Aldo transformou a política em algo propositivo. E isso a gente vê hoje, aqui, com tantas pessoas que vieram homenageá-lo.”

Adversário de Aldo na política ibiramense, o ex-prefeito, empresário e suplente de senador Genésio Ayres Marchetti comentou que, apesar da rivalidade, Aldo soube unir as lideranças políticas em prol de conquistas para a região, como a ligação asfáltica do Alto Vale com a BR-116, no Planalto Norte.

“Nas eleições a gente se arranhava, mas depois a gente dava a mão com o objetivo de apoiar o que era bom para as pessoas”, disse Marchetti, que lamentou, em tom de brincadeira, o fato de Aldo ter se filiado ao MDB ao invés do PDS.

O prefeito de Ibirama, Adriano Poffo, contou como Aldo foi importante para a sua formação enquanto político. Lembrou que, quando se elegeu vereador pela primeira vez, em 2012, seguiu as recomendações do deputado. “O Aldo era uma liderança política diferente, que fazia a boa política, que usava o poder para ajudar as pessoas. Hoje é uma noite de gratidão. Só podemos agradecer a Deus por poder termos convivido com alguém como o deputado Aldo”, declarou.

Trajetória
Aldo Schneider foi o 49º presidente do Parlamento catarinense no período republicano. Ele tomou posse no cargo no dia 6 de fevereiro de 2018.

O deputado chegou à Assembleia em 2011, após ser eleito em 2010 com 36.449 votos. Reeleito em 2014, foi vice-presidente da Casa por duas ocasiões. Sua carreira política teve início em Ibirama, em 1988, quando foi eleito vereador. Também foi prefeito de Vítor Meirelles por três mandatos e secretário de Desenvolvimento Regional de Ibirama.

Em 2017, Aldo foi diagnosticado com câncer. Mesmo em tratamento contra a doença, honrou os compromissos do mandato e assumiu a Presidência da Alesc. No dia 1º de agosto, presidiu sua última sessão no Legislativo. No dia seguinte, precisou ser internado no Hospital da Unimed em Balneário Camboriú. Antes, colocou seu nome à disposição do MDB para concorrer à reeleição para a Assembleia. No entanto, em virtude das condições de saúde, desistiu da candidatura.

Aldo Schneider faleceu no hospital, em 19 de agosto de 2018, aos 56 anos. Seu corpo foi velado em Ibirama, onde recebeu honras militares. No dia seguinte, foi cremado em Balneário Camboriú, em uma cerimônia reservada a familiares e amigos.

Marcelo Espinoza
Agência AL

Voltar