Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina Agência AL

Facebook Flickr Twitter Youtube Instagram

Pesquisar

+ Filtros de busca

 
Assistir
00:15 Sessões - Seminários - Eventos
Ao vivo

Revista Digital

Cadastro

Mantenha-se informado. Faça aqui o seu cadastro.

Whatsapp

Cadastre-se para receber notícias da Assembleia Legislativa no seu celular.

Filtrar por deputado / bancada
Aumentar Fonte / Diminuir Fonte
16/09/2019 - 16h06min

Evento em Salto Veloso debate com pesquisadores futuro do meio ambiente

Meio Ambiente e Sociedade 2019 também apresenta projetos de sustentabilidade desenvolvidos na região
Imprimir Enviar

O Seminário Meio Ambiente e Sociedade 2019, que acontece na próxima sexta-feira (20), em Salto Veloso, reunirá pesquisadores e especialistas para um debate de avaliações e perspectivas sobre o desenvolvimento da região e a sustentabilidade no século 21. As conferências acontecem pela manhã e à tarde (programação abaixo), no Centro de Eventos Antônio Ferronato. Além das palestras, também serão apresentados projetos voltados à preservação ambiental na região. A atividade é a terceira de uma série de sete eventos voltados ao tema, em todas as regiões do Estado. 

A primeira palestra, Ciclo da Água, Aquíferos, Energia e Gás de Xisto, inicia às 8h 30 e aborda um tema fundamental para Santa Catarina, que já tem na pauta projetos para exploração de gás de xisto utilizando o fracking, tecnologia invasiva que já causou danos ambientais irreversíveis em diversas regiões do mundo. A conferência será conduzida pelo professor Dr. Luciano Augusto Henning, do Projeto Rede Guarani/Serra Geral. Luciano tem mestrado e doutorado pela UFSC na área de Geografia e participou de pesquisas na Queen´s University, no Department of Global Development Studies, em Kingston, no Canadá. Atualmente, além de pesquisador do projeto Rede Guarni/Serra Geral, integra a equipe de investigadores do Laboratório de Análise Ambiental (LAAm) do Departamento de Geociências da UFSC, com ênfase na área de recursos hídricos.

A segunda palestra, Energia e Desastres Ambientais, terá a participação do professor Dr. Marcos Aurélio Espíndola, e trata da relação entre o modelo de geração de energia no País e as consequências ambientais e sociais para as populações. O professor é mestre em Geografia pela USP, doutor em Geografia Humana pela UFSC e Pós-doutor pelo Programa de Pós-Graduação
Interdisciplinar em Ciências Humanas, Área de Concentração Sociedade e Meio Ambiente (Desastres Ambientais e Políticas Públicas), também pela UFSC. Sua principal atuação é na análise de risco e desastres, impactos ambientais e o setor energético.

Durante a tarde acontece a conferência Energias Renováveis e tecnologias sociais, com o professor Dr. Marcio Antonio Nogueira Andrade, que coloca no foco o desenvolvimento de formas alternativas de geração de energia e sua interação com a sociedade. O professor é Mestre e Doutor em Engenharia Civil na área de Hidráulica e Saneamento pela Escola de Engenharia de São Carlos, da USP e Pós-doutor no Laboratório Nacional de Engenharia Civil - LNEC (Núcleo de Engenharia Sanitária do Departamento de Hidráulica) em Lisboa, Portugal, e na Cornell University (Department of Biological and Environmental Engineering) em Ithaca, Nova Iorque, Estados Unidos. Atualmente é pesquisador do Laboratório de Análise Ambiental (LAAm) da UFSC e professor do Programa de Mestrado em Engenharia Civil, Sanitária e Ambiental da Universidade do Contestado (UnC).

Experiências regionais
Também durante a tarde o Seminário abre espaço para a apresentação de projetos voltados ao meio ambiente e à sustentabilidade na região. Entre as experiências, serão apresentados o Projeto Rios Salto Veloso, que envolve a comunidade no processo de diagnóstico e recuperação de trechos dos rios da comunidade, o Projeto de Certificação Participativa, pela Escola 25 de Maio, de Fraiburgo, o Programa de Proteção de Fontes e o Projeto de Plantas Medicinais, ambos da Escola 30 de Outubro, de Lebon Régis. 

“Nosso objetivo é colocar em pauta as principais questões que envolvem o meio ambiente na região, com destaque para a água. Mas, principalmente, trazer professores e pesquisadores para dialogar com as comunidades a partir das experiências que estas comunidades têm”, explica o deputado estadual Padre Pedro Baldissera, que preside o Fórum para Preservação do Aquífero Guarani e das Águas Superficiais, promotor do evento junto do projeto Rede Guarani/Serra Geral, Escola do Legislativo, Comissão de Turismo e Meio Ambiente, MAB, CNBB Regional Sul 4 e Cáritas Santa Catarina.

Na região, também são parceiros a Secretaria Municipal da Educação de Salto Veloso, Câmara de Vereadores, Casa de Cultura Abel Abati, Sicoob, Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais de Salto Veloso, Conselho Municipal de Meio Ambiente e Secretaria de Agricultura de Salto Veloso de Salto Veloso. 

As inscrições gratuitas para o Seminário Meio Ambiente e Sociedade 2019 estão disponíveis no site http://escola.alesc.sc.gov.br/evento.

Programação

MANHÃ
8 horas – Abertura

8h30 – Palestra: Ciclo da Água, Aquíferos, Energia e Gás de Xisto  –
Prof. Dr. Luciano Augusto Henning (Projeto Rede Guarani/Serra Geral)

10 horas – Palestra: Energia e Desastres Ambientais
Prof. Dr. Marcos Aurélio Espíndola (Projeto Rede Guarani/Serra Geral)

TARDE
13h30 – Palestra: Energias Renováveis e tecnologias sociais
Prof. Dr. Marcio Antonio Nogueira Andrade (UFSC)

15h30 – Apresentação de Experiências Regionais
Projeto Rios Salto Veloso - Silvana Kafer (Condema) e Quinto Patel (Ambientalista)
Projeto Certificação Participativa - Professor Ariel Bonadiman (Escola 25 de Maio de Fraiburgo)
Proteção de Fontes - Alunos Rafaela Dal Mas, Samily dos Santos Farias, e José Augusto Wolfart
(Escola 30 de Outubro de Lebon Régis)
Projeto Plantas medicinais - Alunos Ellen Veloso dos Santos,Letícia Eduarda Silveira e Maria Eduarda Pires de Lima (Escola 30 de outubro - Lebon Regis)

17 horas – Encerramento

Acompanhe Padre Pedro Baldissera


Padre Pedro Baldissera
Voltar