Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina Agência AL

Facebook Flickr Twitter Youtube Instagram

Pesquisar

+ Filtros de busca

 
Assistir
19:00
Ao vivo

Revista Digital

Cadastro

Mantenha-se informado. Faça aqui o seu cadastro.

Whatsapp

Cadastre-se para receber notícias da Assembleia Legislativa no seu celular.

Filtrar por deputado / bancada
Aumentar Fonte / Diminuir Fonte
08/03/2018 - 16h13min

Sem sinal: Valduga cobra das operadoras melhoria da telefonia móvel

Imprimir Enviar
Parlamentar quer que operadoras cumpram compromissos assumidos em 2013
FOTO: Solon Soares/Agência AL

Pesquisa demonstra que 90,2% dos catarinenses estão insatisfeitos com serviços de telefonia móvel, e outros 91,2% afirmam que empresas não resolveram problemas apresentados. Parlamentar acionou a Anatel para cobrar investimentos das operadoras e melhorias.
A Assembleia Legislativa de Santa Catarina aprovou, na tarde de quarta-feira (8), indicação de autoria do deputado Cesar Valduga (PCdoB), subscrita por outros 14 parlamentares, requerendo à Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) urgentes providências para que as operadoras façam os investimentos necessários para melhoria dos serviços de telefonia móvel em Santa Catarina.
Em 2013, uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Alesc, presidida pelo deputado Silvio Dreveck (PP), resultou na celebração de um termo de compromisso das operadoras Claro, TIM e Vivo, com a finalidade de implementarem melhorias e oferecerem um serviço que corresponda às demandas da população do estado.
A CPI surgiu do elevado grau de insatisfação dos catarinenses com relação à precariedade na prestação dos serviços. As queixas referentes à deficiência de cobertura, ausência ou baixa qualidade do sinal em diversas regiões, cobranças indevidas e o mau atendimento de call centers, constatados pelos Procons do estado, revelaram que as reclamações sobre telefonia ocupavam - e ainda ocupam - o primeiro lugar no ranking.
Em audiências públicas e em pesquisas realizadas pela Alesc, 90,92% das pessoas manifestaram insatisfação com os serviços prestados por sua operadora, e 91,25 dos clientes informaram que as operadoras não resolveram as queixas apresentadas. "Todas as operadoras declararam na CPI, em 2013, que iriam fazer novos investimentos visando ampliar a capacidade de transmissão, instalar novas torres e sites, e dar mais resolutividade às reclamações. Passados cinco anos da CPI, permanece o alto grau de de insatisfação dos catarinenses com relação aos serviços prestados", afirmou Valduga.
Subscreveram a indicação de Valduga os deputados Silvio Dreveck, Dalmo Claro, Vicente Caropreso, Neodi Saretta, Valmir Comim, Nilson Berlanda, Maurício Escudlark, Dirce Heiderscheidt, Antônio Aguiar, Romildo Titon, João Amin, Kennedy Nunes, Patrício Destro e Natalino Lázare.
 

Acompanhe César Valduga


César Valduga
Voltar