Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina Agência AL

Facebook Flickr Twitter Youtube Instagram

Pesquisar

+ Filtros de busca

 
Assistir
21:00
Ouvir
21:00 Cidade Inteligente

Revista Digital

Cadastro

Mantenha-se informado. Faça aqui o seu cadastro.

Filtrar por deputado / bancada
Aumentar Fonte / Diminuir Fonte
07/06/2017 - 14h30min

Projeto do deputado Berlanda cria Comissão de Indústria, Comércio e Serviços

Imprimir Enviar
Deputado Nilso Berlanda e Glauco Côrte, presidente da Fiesc

PRS conta com anuência da Fiesc, Fecomércio, FCDL e Facisc

O deputado Nilso Berlanda (PR) protocolou nessa terça-feira (06/06) Projeto de Resolução que cria a Comissão Permanente de Indústria, Comércio e Serviços na Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina. O PRS 5/2017 reconhece e cria um espaço no legislativo catarinense para esses importantes setores da economia, a exemplo da Câmara Federal e demais assembleias legislativas de estados como Rio de Janeiro, Paraná, Mato Grosso, Rondônia, Roraima e Ceará.
O Projeto foi referendado pelos presidentes das federações das Indústrias do Estado de Santa Catarina (Fiesc), Glauco José Côrte, do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Santa Catarina (Fecomércio), Bruno Breithaupt, das Câmaras de Dirigentes Lojistas de Santa Catarina (FCDL/SC), Ivan Roberto Tauffer, e pelo diretor executivo da Federação das Associações Empresariais de Santa Catarina (Facisc), Gilson Zimmermann. Todos foram unânimes quanto à importância da proposta do deputado Berlanda, que assegura a criação de uma comissão específica para tratar das questões da indústria, comércio e serviços na Alesc. Os três setores são responsáveis por 93% do PIB catarinense e geram mais de 2,2 milhões de empregos.
Para o deputado Berlanda, a proposta visa fomentar políticas específicas de estímulo e incentivo voltadas aos setores da indústria, comércio e serviços. “Nosso projeto tem a intenção de criar uma comissão especializada para tratar de questões relacionadas a esses três importantes setores econômicos. A Assembleia Legislativa foi criada em 1834 e desde então a indústria, o comércio e os serviços catarinenses não são devidamente reconhecidos. O objetivo maior é apoiar e tratar das demandas desses setores que são o pilar da economia catarinense e que tanto contribuem para o desenvolvimento do Estado, gerando empregos e renda para nossa gente”, explica o deputado.
A proposta, que altera o Regimento Interno da Assembleia Legislativa e acrescenta dispositivos para criar a Comissão de Indústria, Comércio e Serviços, está na Comissão de Constituição e Justiça e, se aprovada, segue para votação em plenário.

Acompanhe Nilso Berlanda (suplente)


Nilso Berlanda (suplente)
Voltar