Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina Agência AL

Facebook Flickr Twitter Youtube Instagram

Pesquisar

+ Filtros de busca

 
Assistir
03:15 Sessão Ordinária
Ao vivo

Revista Digital

Cadastro

Mantenha-se informado. Faça aqui o seu cadastro.

Whatsapp

Cadastre-se para receber notícias da Assembleia Legislativa no seu celular.

Filtrar por deputado / bancada
Aumentar Fonte / Diminuir Fonte
23/05/2018 - 17h05min

“Ponte Hercílio Luz revela incompetência dos governos catarinenses”, diz Dresch

Imprimir Enviar

Fechada para o tráfego há 27 anos, ponte já custou mais de R$ 600 milhões em obras de recuperação

Na tribuna da Assembleia Legislativa, o líder do PT, deputado Dirceu Dresch, revelou-se revoltado com a forma como vem sendo conduzido o processo de recuperação da Ponte Hercílio Luz, que liga o continente à Ilha de Santa Catarina. Desde que foi interditada em 1991, Santa Catarina já alocou R$ 618,9 milhões nas obras da ponte, que não tem prazo para ser reaberta.

Dresch citou dados apurados  pelo jornal Diário Catarinense em reportagem dos jornalistas Ânderson Silva e Cristian Weiss. Desde 1990 já foram realizados 20 contratos entre o governo do Estado e as empresas responsáveis pelas obras de recuperação da estrutura. Os R$ 618,9 milhões correspondem a valores já gastos, corrigidos pela inflação e somados a valores  que serão empenhados, como o novo aditivo de R$ 37 milhões exigido pela empresa responsável para que as obras continuem.

“Não é possível que os cofres de Santa Catarina continuem sangrando recursos que faltam em tantos setores, como na saúde, no qual pessoas morrem por falta de atendimento. O dinheiro público está indo para o ralo por falta de um planejamento estratégico dos governantes que passaram por aqui e lamentavelmente vamos continuar acompanhando a situação de uma ponte que futuramente poderá ser só uma ideia para um cartão postal. A Ponte Hercílio Luz revela a incompetência dos governos catarinenses. Se um dia for reaberta, milhões continuarão sendo gastos com a manutenção de uma estrutura feita com materiais obsoletos e não resistentes à maresia”, disse Dresch.

CPI - Em 2014, o deputado Dirceu Dresch e o então deputado Sargento Soares chegaram a propor uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar o gasto milionário na recuperação da Ponte Hercílio Luz, mas não conseguiram arregimentar assinaturas suficientes para abertura do processo.

Crime de lesa-pátria:  Dresch comparou o dinheiro aplicado na Ponte Hercílio Luz com outras obras de maior porte, como a ponte estaiada Anita Garibaldi, em Laguna. Construída em três anos, a ponte com 2,8 quilômetros de pistas duplas consumiu  R$ 886 milhões.  A Ponte Hercílio Luz tem um terço do tamanho, já são 27 anos de interdição e  o volume de recursos empenhado nessa estrutura se compara ao da nova ponte de Laguna. "É um crime de lesa-pátria, são recursos federais e estaduais que foram para o ralo".

 

Assessoria de Imprensa

Deputado Estadual Dirceu Dresch - Líder do PT na Alesc

Fone/Whatsapp: (48) 99944 0190

Acompanhe Dirceu Dresch


Dirceu Dresch
Voltar