Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina Agência AL

Facebook Flickr Twitter Youtube Instagram

Pesquisar

+ Filtros de busca

 
Assistir
03:15 Sessão Ordinária
Ao vivo

Revista Digital

Cadastro

Mantenha-se informado. Faça aqui o seu cadastro.

Whatsapp

Cadastre-se para receber notícias da Assembleia Legislativa no seu celular.

Filtrar por deputado / bancada
Aumentar Fonte / Diminuir Fonte
22/05/2018 - 16h42min

Menor carga tributária faz crescer economia de SC

Imprimir Enviar

Incentivador de uma economia forte capaz de gerar mais emprego e renda para os catarinenses, o deputado Mauro De Nadal centrou o foco da sua atuação, neste primeiro semestre, no trabalho pela redução da carga tributária. A disparidade entre as alíquotas de ICMS entre os Estados vem há anos prejudicando a produção da indústria catarinense. Somente com menor carga tributária a economia do Estado irá crescer afirma o parlamentar.
Mauro De Nadal votou favorável à Medida Provisória 220 que estabelecia a redução de 17% para 12% para o setor produtivo. Infelizmente, a proposta não foi aprovada na Alesc, levando o governo do Estado a buscar cada setor para fazer a redução por decreto. Conforme Mauro De Nadal, a decisão do governo foi acertada, pois vai garantir a competitividade com empresas de outros estados. “Os deputados que acham que derrotaram o governo de um partido cometeram um equívoco, derrotaram a sociedade catarinense com o fechamento de postos de trabalho e puniram o consumidor que paga mais pelos produtos”, afirma Mauro De Nadal.  


Apoio ao setor de suínos
A suinocultura, que enfrenta seguidas crises, não foi esquecida pelo deputado Mauro De Nadal. O parlamentar atuou junto ao Centro Administrativo para manter, até março de 2019, a redução para 6% de ICMS na comercialização de suínos vivos para outros estados. A redução do ICMS anunciada pelo governo do Estado também atende os produtores de alho, erva-mate e o setor madeireiro.
Incentivo para energias alternativas
Mauro De Nadal comemorou a autorização de isenção ICMS para produção de energia solar fotovoltaica em Santa Catarina. O Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz) aprovou a adesão do Estado ao convênio de isenção de ICMS para micro e mini geradores de energia com o limite de até 1 megawatt (MW) de potência instalada. A medida contempla geração de energia de fontes limpas, incluindo solar, hídrica, eólica e biomassa. O próximo passo é encaminhar o projeto de lei para aprovação na Assembleia Legislativa.
Mauro De Nadal, que fez a indicação solicitando a isenção para o Estado, disse que a geração de energia é uma área de negócios estratégica para a produção industrial catarinense. O incentivo a novas fontes alternativas de energia também proporciona a criação de mais empregos para os catarinenses, afirma Mauro De Nadal.


Turismo regional
O deputado comemorou a posse do ministro do Turismo, Vinicius Lummertz. Com o catarinense no governo federal, Mauro De Nadal acredita que o turismo da região pode ter mais incentivo. Citou os projetos Caminhos da Fronteira, Grande Oeste e Vale das Águas que precisam de apoio para melhor receber os turistas que visitam a região. O projeto Vale das Águas que abrange as estâncias hidrominerais e o turismo medicinal reúne vinte e oito municípios que abraçaram a ideia de desenvolver o potencial turístico da região do Extremo-Oeste. “O desenvolvimento do turismo vai incrementar a geração de renda na região - afirma o deputado Mauro De Nadal.

22/05/2018
Assessoria de Imprensa
Gabinete Deputado Mauro De Nadal
(48) 3221-2702 //(49) 99623-9974

Acompanhe Mauro de Nadal


Mauro de Nadal
Voltar