Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina Agência AL

Facebook Flickr Twitter Youtube Instagram

Pesquisar

+ Filtros de busca

 
Ao vivo

Revista Digital

Cadastro

Mantenha-se informado. Faça aqui o seu cadastro.

Whatsapp

Cadastre-se para receber notícias da Assembleia Legislativa no seu celular.

Filtrar por deputado / bancada
Aumentar Fonte / Diminuir Fonte
28/03/2018 - 17h32min

Luciane critica anúncio falacioso de recursos do Fundam a Itapiranga

Imprimir Enviar

FOTO: Solon Soares/Agência AL

A deputada estadual Luciane Carminatti (PT/SC) criticou duramente o governador licenciado, Raimundo Colombo, na sessão plenária de hoje (28), na Assembleia Legislativa de Santa Catarina, por ter anunciado, com grande pompa e na presença da imprensa, o primeiro repasse do Fundo de Apoio aos Municípios (Fundam), para o município de Itapiranga, no valor de R$ 2,5 milhões.

“Isso aconteceu em outubro de 2017, no município, ficamos muito felizes e o prefeito chorou de emoção”, disparou.

Luciane disse que o governador não poderia ter dado a palavra em Itapiranga, porque não tinha assinado o contrato de financiamento com o governo federal.

“A população agora acha que os prefeitos viraram caloteiros, as pessoas querem saber onde está o dinheiro que o governador anunciou”, contou a deputada.

“O governador enganou os 40 deputados e os 295 prefeitos e a população catarinense. Estamos diante de uma novela de equívocos sem fim do Fundam 2”, acrescentou.

Luciane lembrou que a primeira edição do Fundam, na ordem de R$ 606 milhões, foi assinado pela presidenta Dilma Roussef e foi um sucesso porque não exigia contrapartida das prefeituras. Atendeu 295 municípios, de acordo com o tamanho da população e respeitando as necessidades de cada um.

“Quando aprovamos a lei, foram incluídas praticamente todas as áreas, cada prefeitura poderia indicar dois projetos. Foram 453 convênios assinados, o que representou 976 equipamentos, máquinas e veículos, 56 obras, 1.350 ruas pavimentadas, no total 538 quilômetros”, relatou. Segundo ela, os deputados, ainda, conseguiram a prerrogativa de indicar incrementos para aumentar o valor recebido por cada município.

“Não ouvi nenhuma reclamação, na época”.

Acompanhe Luciane Carminatti


Luciane Carminatti
Voltar