Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina Agência AL

Facebook Flickr Twitter Youtube Instagram

Pesquisar

+ Filtros de busca

 
Ao vivo

Revista Digital

Cadastro

Mantenha-se informado. Faça aqui o seu cadastro.

Whatsapp

Cadastre-se para receber notícias da Assembleia Legislativa no seu celular.

Filtrar por deputado / bancada
Aumentar Fonte / Diminuir Fonte
11/06/2018 - 16h49min

Jornada coloca plantas medicinais e fitoterapia na pauta da sociedade

Imprimir Enviar

Com o olhar nos Saberes Tradicionais e nos conhecimentos científicos, a VIII Jornada Catarinense de Plantas Medicinais debaterá sobre o cultivo e a utilização das Plantas Medicinais e Fitoterapia na Saúde Pública.

A cadeia produtiva das plantas medicinais e a utilização da Fitoterapia na saúde pública ganharam destaque em Santa Catarina a partir dos anos 90. Um dos exemplos é a criação, no final dos anos 90, de uma das primeiras legislações voltadas ao setor no Brasil. Nos dias 14 e 15 de junho, a VIII Jornada Catarinense de Plantas Medicinais e Fitoterapia reúne especialistas, agentes públicos, instituições de pesquisa e diversas entidades, num dos principais espaços de debate e troca de experiências entre conhecimentos científicos e saberes tradicionais, voltados ao cultivo e ao uso das plantas na saúde. Neste ano, os debates ainda incluem a legislação e políticas públicas que podem ser fundamentais ao sistema público de saúde.

As conferências iniciam na manhã da quinta-feira (veja programação), no auditório Antonieta de Barros, na Assembleia Legislativa. As inscrições já estão disponíveis gratuitamente no site da Escola do Legislativo (link aqui https://goo.gl/ru9Xza). Entre os principais temas, a Legislação Catarinense de Plantas Medicinais e Fitoterapia, as Políticas Públicas vinculadas à fitoterapia, identificação, produção e comercialização de Plantas Medicinais, a utilização popular e por povos tradicionais e os relatos de experiências no setor em diversos municípios do Estado.

Com uma média de público de 500 participantes desde a primeira edição, em 1997, a Jornada incentiva e dá visibilidade aos sucessos e desafios da cadeia produtiva e da utilização da Fitoterapia na Saúde Pública. Isso influenciou desde a criação de planos municipais de fitoterapia e projetos de pesquisa, até experiências comunitárias de produção e manipulação, com acompanhamento de universidades e centros de pesquisa. Na oitava edição da Jornada, apliam-se ainda mais a parceria e a participação de Instituições de Ensino, Pesquisa e Extensão, ONGs e entidades públicas e privadas do Estado.

A organização e realização da VIII Jornada Catarinense de Plantas Medicinais e Fitoterapia têm a participação da Associação Catarinense de Plantas Medicinais, Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa de Santa Catarina, Escola do Legislativo Deputado Lício Mauro da Silveira, Frente Parlamentar Catarinense de Práticas Integrativas e Pastoral Saúde de Santa Catarina.

 

Programação
QUINTA-FEIRA – 14 DE JUNHO

8h - Credenciamento

9h - Abertura

10h - Apresentação Cultural

10h 30 - PALESTRA “Legislação Catarinense de Plantas Medicinais e Fitoterapia”

Deputado Estadual Padre Pedro Baldissera - Frente Parlamentar de Plantas Medicinais Alesc

Deputada Estadual Ana Paula Lima - Alesc

Deputado Estadual Neodi Saretta - Presidente da Comissão de Saúde da Alesc

Mediadora: Kátia Mara Batista - Associação Catarinense de Plantas Medicinais (ACPM/SBEE)-

12h - Almoço

13h 30 - PALESTRA “Plantas edicinais e Fitoterapia: Políticas Públicas, Avanços e Desafios” Alessandro Guedes – Projeto Plantas Medicinais - Município Blumenau.

Angélica Garcia Couto – UNIVALI - Projeto Plantas Medicinais em Itajaí/Balneário Camboriú

Tania Mari Belle Bresolin - UNIVALI (Itajaí)

Karen Denez – Conselho Regional de Farmácia (CRF) e ACPM-Florianópolis

Mediadora: Kátia Mara Batista (ACPM/ SBEE)

15h 30 - Café

16h - PALESTRA:“Identificação, produção e comercialização de Plantas Medicinais: avanços e desafios ”

Eduardo Amaral - Ministério Agricultura - MAPA (Florianópolis)

Natália Hanazaki – SBEE e UFSC (Florianópolis)

Engenheira Agrônoma Juliana Koenig Duarte - EPAGRI (Laguna)

Roberto Recart dos Santos – Câmara Setorial de Plantas Medicinais (Criciúma)

Mediadora: Rossana Faraco Bianchini - UNISUL (Tubarão)

18h 30 – Encerramento


SEXTA-FEIRA – 15/06

7h 30 - Credenciamento

8h - PALESTRA “Plantas Medicinais: utilização popular e por povos tradicionais”

Ingrid Bergman Inchausti de Barros - UFRGS (Porto Alegre/RS)

Maial Paiakan Kaiapó - SESAI (Brasilia)

Vanilde Citadini-Zanetti – PPGCA- UNESC (Criciúma)

Jaci Helena Perottoni - Pastoral da Saúde (Florianópolis)

Kátia Mara Batista – ACPM / SBEE (Florianópolis)

Mediadora: Ângela Erna Rossato - PPGCA - UNESC (Criciúma)

10h 30 - Café

10h 45 - PALESTRA: “Contribuições das Plantas Medicinais e Fitoterapia na Saúde”

Maique Weber Biavatti - UFSC (Florianópolis)

Cesar Semionatto - UFSC – (Florianópolis)

Silvia Raquel Mundo Crivelli – Universidade Estácio de Sá (Florianópolis)

Neiva Vieira - MST - Araquari

Karen Denez - ACPM/CRF (Florianópolis)

Coordenadora: Kátia M. Batista - CPM/SBEE (Florianópolis)

12h 30 - Almoço

13h 30 - Apresentação Cultural

14h - PALESTRA“Plantas Medicinais e Fitoterapia em Santa Catarina: Relatos de Experiências

Jasper Zanco – UNISUL (Florianópolis)

Rosalina Nogueira da Silva - Movimento de Mulheres Camponesas (MMC - Chapecó/SC)

Cecília Bia Cipriano - Harmonia Natural (Canelinha/SC)

Geraldo Luiz da Silva Jardim - Centro Vida Orgânica (Rancho Queimado)

Celita Bouvier - Associação Vida Verde (Florianópolis)

Mediadora: Kátia M. Batista - ACPM/ SBEE (Florianópolis)

17h - Cerimônia de Encerramento

 


(48)9947-2049
(48)3221-2726
Comunicação
Mandato Popular
Deputado Padre Pedro Baldissera

Acompanhe Padre Pedro Baldissera


Padre Pedro Baldissera
Voltar