Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina Agência AL

Facebook Flickr Twitter Youtube Instagram

Pesquisar

+ Filtros de busca

 
Assistir
09:00 Sessão Ordinária
Ouvir
09:30 Programação Musical

Revista Digital

Cadastro

Mantenha-se informado. Faça aqui o seu cadastro.

Whatsapp

Cadastre-se para receber notícias da Assembleia Legislativa no seu celular.

Filtrar por deputado / bancada
Aumentar Fonte / Diminuir Fonte
06/04/2017 - 12h19min

Eskudlark critica situação das rodovias e pede ação emergencial do Estado

Imprimir Enviar
Deputado Maurício Eskudlark
FOTO: Luis Debiasi/Agência AL

Deputado citou a ligação entre Princesa e São José do Cedro no Extremo Oeste e também a SC-135 no Planalto Norte do Estado, porém lembrou que em todas as regiões do Estado há casos de rodovias intransitáveis.

“Boa parte das rodovias estaduais em Santa Catarina estão numa situação de calamidade pública, algumas intransitáveis, um verdadeiro descaso para com a nossa população, não importa em que região estamos, as reclamações têm sido sempre as mesmas”, com esta declaração o deputado Maurício Eskudlark (PR) iniciou seu discurso na Assembleia Legislativa fazendo duras críticas ao Executivo com relação a situação das rodovias estaduais que cortam nosso estado.

Eskudlark afirmou que tem recebido via redes sociais fotos e vídeos dos mais diversos pontos do Estado, como por exemplo a rodovia que liga Princesa a São José do Cedro, que mostra uma via abandonada, cheia de buracos, colocando em risco os veículos que transitam, mas principalmente a vida dos catarinenses. “Além de passar por aquele ponto regularmente, recebi a denúncia em vídeo e não posso admitir que um Estado que se diz com as contas em dia, que é exemplo para o Brasil, deixe seu cidadão transitar em meio ao caos”, afirma.

Outra situação também lembrada pelo deputado foi no Planalto Norte, onde em viagem pelo final de semana ele mesmo fez um vídeo e postou em suas redes sociais denunciando a situação da SC-135. “Esta rodovia possui um tráfego intenso, liga vários municípios e é de grande importância no escoamento da produção, mas infelizmente tem locais onde não existe mais asfalto, não tem como fazer reparo, um descaso total, um perigo principalmente à noite e em dias de chuva e neblina”, disse Eskudlark.

O parlamentar lembra que já fez dezenas de cobranças para a melhoria desses e de outros trechos, seja por meio de audiência públicas, reuniões, discursos no parlamento e pedidos de informação ao Deinfra, e infelizmente até agora não foram tomadas as providências. “Como deputado nossa função é de fiscalizar e denunciar, porém o governo do Estado parece que tem feito vistas grossas e enquanto isso o cidadão sofre”, lamenta.

Denúncia
O deputado também lamentou a atuação das Agências de Desenvolvimento Regional nestes casos. A de Dionísio Cerqueira por exemplo, responsável pela rodovia entre Princesa e São José do Cedro, tem afirmado há meses que iria resolver a situação, algo que até agora só ficou na promessa. “Enquanto isso o secretário segue fazendo visitas aos municípios que mais parecem articulações políticas do que ações de governo, se for para isso não precisamos das secretarias, para fazer política temos os partidos”, afirma.

No Planalto Norte a situação é mais emblemática, o secretário de Caçador afirmou ter a máquina para fazer os reparos, porém faltaria uma lâmina para a patrola. “Se não tem orçamento ou não conseguem descentralizar recursos para comprar uma lâmina que custa R$ 2 mil e resolver pelo menos de forma paliativa um grande problema como este, temos que fechar as Agências Regionais, pois não podemos aceitar o desperdício tão grande de dinheiro público”, conclui Eskudlark.

Acompanhe Maurício Eskudlark


Maurício Eskudlark
Voltar