Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina Agência AL

Facebook Flickr Twitter Youtube Instagram

Pesquisar

+ Filtros de busca

 
Assistir
00:15 Sessão Ordinária
Ao vivo

Revista Digital

Cadastro

Mantenha-se informado. Faça aqui o seu cadastro.

Whatsapp

Cadastre-se para receber notícias da Assembleia Legislativa no seu celular.

Filtrar por deputado / bancada
Aumentar Fonte / Diminuir Fonte
20/12/2017 - 09h45min

Eskudlark comemora aprovação do projeto que acaba com aposentadoria de ex-governadores

Imprimir Enviar
Deputado Maurício Eskudlark
FOTO: Solon Soares/Agência AL

Foi aprovada por unanimidade, na tarde desta terça-feira (19), na Assembleia Legislativa, a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 3/2011, que revoga o artigo 195 da Constituição Estadual, dando fim as aposentadorias e pensões dos ex-governadores e viúvas.

O deputado Mauricio Eskudlark (PR) comemorou a aprovação e lembrou que a PEC voltou a pauta graças a seu empenho junto aos parlamentares. “Mesmo com meu apoio o projeto original do deputado Padre Pedro estava desde 2011 passando pelas comissões e acabou sendo engavetado, então em 2015 apresentei uma emenda com o objetivo de voltar o debate e acabar com este privilégio”.

O parlamentar explica que sua emenda mantinha o auxílio saúde dos governadores no exercício do cargo e extinguia os benefícios a partir de 2019, uma vez que não feriria o princípio do direito adquirido, sendo que as aposentadorias passadas iriam para um debate na justiça. “Não existia acordo para a aprovação do projeto original, por isso a emenda foi apresentada, mas durante os debates, e com manifestação favorável de boa parte dos deputados retirei a emenda e aprovamos de forma unânime esta que é uma das grandes vitórias do povo catarinense”, explica Eskudlark.

Eskudlark disse estar satisfeito com a aprovação e comemorou o fato de ter trazido à tona um dos debates mais importantes da Assembleia Legislativa nos últimos anos. “Este benefício é um absurdo, sempre fui contrário, pois enquanto a grande maioria de nossa população contribui uma vida toda para ter uma aposentadoria de um salário mínimo, uma meia dúzia de pessoas que ocupam o mais importante cargo de nosso Estado acabam recebendo este valor de forma vitalícia e passando estes direitos a suas esposas, estou satisfeito com a aprovação e sei da importância de nosso trabalho para que o tema voltasse a pauta da Alesc”, conclui.

Acompanhe Maurício Eskudlark


Maurício Eskudlark
Voltar